fbpx

Como investir na ARCA Previdência? Saiba mais sobre o fundo baseado no método financeiro do Primo Rico

Fundo escuro com uma mão que mostra sinais de estatísticas, indicando investimentos.
Reading Time: 8 minutes

Você já conhece o método financeiro do Primo Rico — o Thiago Nigro? Essa é a metodologia ARCA, que se tornou bastante conhecida no mercado de investimentos. Isso porque ela traz oportunidades de ter ganhos atrativos e diminui os riscos de perdas.

Para aproveitar essa metodologia de maneira mais efetiva, não é preciso dominá-la e fazer a seleção individual de ativos. Você pode investir na ARCA Previdência. Porém, para tomar decisões adequadas ao seu perfil de investidor e objetivos financeiros, é importante saber mais sobre essa modalidade.

Você tem interesse em conhecer essa oportunidade do mercado financeiro? Então continue a leitura! Neste conteúdo, explicaremos o que é a metodologia ARCA, como funciona o fundo focado nesse método e como fazer o seu aporte na alternativa. Confira!

O que é a metodologia ARCA?

A metodologia ARCA foi criada por Thiago Nigro baseada em 4 tipos de ativos que devem compor a estratégia de investimento. Assim, o nome é uma abreviação para:

  • Ações brasileiras;
  • Real Estate;
  • Caixa;
  • Ativos internacionais.

Para ele, a melhor maneira de investir com foco no longo prazo é pensar na diversificação do portfólio de investimentos. Contudo, definir a composição ideal da carteira não é uma tarefa fácil. Isso porque, primeiro, é preciso pensar nas classes de ativos.Depois, é preciso encontrar os ativos específicos para alocar os seus recursos e acompanhar o desempenho deles periodicamente. 

Mesmo quem tem maior conhecimento no mercado pode ter dificuldades de manter essa estratégia. Afinal, existem outras tarefas na rotina que demandam atenção. Como resultado, a carteira de investimentos e as suas decisões tendem a ser negligenciadas, ainda que de maneira não intencional.

Para entender o método, é preciso conhecer em detalhes o papel de cada ativo na composição da estratégia e de que forma ele colabora para a busca de resultados mais atrativos. Aprenda a seguir!

Ações brasileiras

As ações são a menor parte negociável do capital de uma empresa listada na bolsa de valores. Assim, ao investir nesses ativos, você tem o direito de participar dos resultados obtidos pelos negócios.

As oportunidades de ganho são diversas, principalmente pela distribuição de dividendos ou pela venda das ações por um preço superior ao de compra, em caso de valorização. No método financeiro do Primo Rico, o investimento em papéis do mercado nacional é fundamental para ampliar o potencial de rentabilidade do portfólio.

Isso acontece, principalmente, devido à relação entre risco e retorno. Na renda variável, não há garantias de lucro e há riscos de perdas. Porém, não existem limitações em relação aos ganhos. Logo, ao escolher ações com bons fundamentos, há chances de conquistar resultados mais positivos.

Real Estate

O termo Real Estate vem do inglês e pode ser entendido como propriedade real. No mercado financeiro, ele tem relação com os investimentos que garantem exposição ao desempenho do setor de imóveis.

No Brasil, os fundos de investimento imobiliários (FIIs) estão entre os exemplos mais comuns desse tipo. Os ativos reais fazem parte da metodologia ARCA por serem menos suscetíveis à volatilidade do mercado. Como resultado, eles apresentam um prêmio de risco atrativo, especialmente considerando um horizonte mais longo.

Caixa

O termo caixa se refere à inclusão de ativos mais seguros na estratégia, como fundos de renda fixa e títulos com alta liquidez. Ele é importante para viabilizar a alocação do patrimônio da melhor forma, já que amplia a segurança do portfólio.

Afinal, os investimentos da renda fixa tem a taxa de retorno  pré-definida antes da alocação. Ainda, quando há alta liquidez, eles podem ser resgatados a qualquer momento. Tudo isso colabora para trazer segurança em momentos de incertezas e crises — o que pode compensar movimentos negativos de outros ativos.

Ativos internacionais

Por fim, os ativos internacionais envolvem qualquer opção do mercado que exponha o seu capital ao mercado de outros países e suas moedas. Isso pode ser feito de maneira direta, como ao investir em ações e fundos negociados no exterior.

Porém, também é possível ter exposição indireta por meio da alocação em Brazilian Depositary Receipts (BDRs) e Exchange Traded Funds (ETFs) brasileiros ligados a índices financeiros do exterior.

Dessa maneira, a inclusão desses ativos no método financeiro do Primo Rico visa permitir aproveitar o crescimento de economias globais, enquanto faz um hedge da carteira diante de crises nacionais. Essa proteção se aplica também a cenários contrários. Logo, a alocação internacional amplia o potencial de retorno e ajuda a reduzir os riscos de perdas de capital.

O que é a ARCA Previdência?

A ARCA é um fundo de Previdência Privada criado por Thiago Nigro com a Grão, com base em sua metodologia. A escolha por essa modalidade de investimento foi feita, principalmente, devido aos maiores benefícios tributários que ela proporciona, considerando o longo prazo.

Ainda, Thiago Nigro também é investidor do fundo — aderindo ao conceito de skin in the game. Essa expressão, que pode ser traduzida como “pele em risco”, se refere às situações em que uma pessoa tem atitudes alinhadas ao que ela vende. Aqui, a ideia se refere ao fato de que Thiago acredita na estratégia e, por isso, possui recursos pessoais alocados no fundo.

Já a gestão é de responsabilidade da Grão, uma gestora especializada em investimentos com uma equipe completa e expertise no mercado para aplicar a metodologia ARCA. A seguir, confira mais detalhes sobre essa oportunidade!

Características

A ARCA é um fundo de Previdência Privada. Trata-se de uma modalidade de investimento desvinculada da Previdência Social. Ou seja, ela se diferencia da aposentadoria pública, paga pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Esse tipo de investimento funciona com base em duas etapas. Na primeira, o investidor faz aportes frequentes, conforme os valores e a periodicidade desejados. O montante alocado será incorporado ao patrimônio no fundo e o gestor fará as alocações necessárias, conforme a estratégia definida — aqui, seguindo o método ARCA.

Depois de um período predefinido, escolhido pelo investidor, tem início a segunda etapa: o usufruto. Nessa fase, os aportes realizados são convertidos em renda, considerando o valor do patrimônio investido na data dos pagamentos.

Imagem de celular com app Grão aberto para começar a investir na previdência

Planos

A Previdência Privada pode ser estruturada por dois planos diferentes: 

  • Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL);
  • Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL).

No primeiro caso, o valor contribuído anualmente pode ser descontado na declaração de Imposto de Renda (IR) no modelo completo. O valor máximo é 12% da renda bruta tributável. Portanto, se você alocar R$ 50 mil ao ano, será possível deduzir R$ 6 mil da base de cálculo do IR. Contudo, no PGBL todo o montante alocado somado aos ganhos será tributado.

Já no plano VGBL não é possível fazer deduções na declaração de IR. No entanto, a tributação incidirá apenas sobre a rentabilidade obtida no momento do usufruto;

Tributação

Além das regras de tributação referentes ao tipo de plano escolhido, saiba que a Previdência Privada pode ter duas tabelas de IR — conforme escolha do investidor. Ela pode ser progressiva ou regressiva.

No primeiro caso, ela funciona seguindo as alíquotas de imposto anual, com alíquotas entre 7,5% e 27%, conforme a renda mensal do contribuinte. No segundo caso, a alíquota é reduzida segundo o prazo de duração do investimento, da seguinte forma:

  • até 2 anos: alíquota de 35%;
  • entre 2 e 4 anos: alíquota de 30%;
  • entre 4 e 6 anos: alíquota de 25%;
  • entre 6 e 8: anos: alíquota de 20%;
  • entre 8 e 10 anos: alíquota de 15%;
  • acima de 10 anos: alíquota de 10%;

Também não há incidência do come-cotas. Essa é uma antecipação do IR cobrada de maneira semestral em alguns fundos de investimentos. O mecanismo reduz o valor alocado, já que desconta as cotas do investidor. Como resultado, há redução do efeito dos juros compostos no longo prazo, afetando o desempenho da alocação.

Benefícios

Além de conhecer as características gerais do fundo, vale entender os benefícios e diferenciais que ele proporciona ao investidor. Confira!

Diversificação

O primeiro benefício é a grande diversificação do fundo. O método financeiro do Primo Rico foca em diferentes classes de ativos para ampliar o potencial de resultados e, ao mesmo tempo, trazer proteção para a carteira.

Como resultado, o fundo permite ao investidor ter acesso a diversos investimentos sem precisar alocar em várias alternativas. Inclusive, devido à composição do portfólio do fundo ARCA Previdência, há a oportunidade de se expor a ativos que não estão disponíveis a quem tem um patrimônio inferior a R$ 1 milhão investido (investidor qualificado).

Investimento mínimo

Outra grande vantagem da ARCA Previdência é o investimento mínimo: a alocação inicial exigida é de apenas R$ 100 reais. Isso garante maior acessibilidade para o fundo, permitindo que investidores de diferentes perfis e capacidades financeiras aproveitem os benefícios dessa estratégia.

Potencial de retorno

A metodologia ARCA tem um retorno histórico que supera a inflação e a renda fixa em quase todos os países do mundo. Para entender melhor o potencial de ganhos com o fundo, confira os dados históricos obtidos entre 2011 e 2022 com cada tipo de ativo:

  • ações locais: 63,38% de retorno;
  • Real Estate: 177,66% de retorno;
  • caixa: 148,94% de retorno;
  • ativos internacionais: 935,38% de retorno.

Baixo custo

Os fundos de investimentos cobram a taxa de administração. Ela visa remunerar o trabalho do gestor e cobrir todos os custos referentes à estrutura do fundo. O valor é cobrado sobre o patrimônio do fundo, de maneira proporcional às cotas de cada investidor. Logo, ela afeta os resultados obtidos.

O diferencial da ARCA Previdência é cobrar uma taxa que está entre as menores do mercado — apenas 0,59% ao ano. Também não há taxa de saída ou taxa de performance. Isso colabora com a busca de maiores rentabilidades, já que o comprometimento de capital com esse tipo de cobrança é bastante reduzido.

O que muda entre a ARCA Previdência e os demais fundos de previdência do mercado?

O funcionamento básico da ARCA Multimercado é o mesmo dos demais fundos de Previdência Privada, já que regras tributárias e planos disponíveis são os mesmos. Entretanto, ele traz diferenciais relevantes para os investidores que buscam oportunidades de longo prazo.

Primeiro, há o menor custo. É comum que os investidores precisem arcar com taxas de administração mais elevadas nesse tipo de fundo. Ainda, quando o gestor supera o benchmark do fundo, é comum que exista uma cobrança adicional referente à taxa de performance.

Ela é cobrada sobre o montante que ultrapassa a meta definida pelo gestor, como uma espécie de bonificação. Logo, ela corrói os seus ganhos quando o fundo apresenta um melhor desempenho.

Já a taxa de saída é um tipo de taxa de carregamento que incide sobre o resgate do investimento, geralmente após um prazo determinado. O cálculo é feito sobre o valor inicial da alocação. Ela é bastante comum e reduz a rentabilidade líquida.

Todos esses fatores tornam a ARCA Previdência mais atrativa. Ainda, há a aplicação de um método de alocação focado na diversificação patrimonial e pensado para ser acessível. Por fim, vale destacar que não é obrigatório fazer aportes mensais — exigência comum em outros fundos. Aqui, o investidor tem liberdade para definir quando investir e o montante desejado. Basta observar o mínimo de R$ 100.

Como investir na ARCA Previdência para se expor ao método financeiro do Primo Rico?

Se você deseja aproveitar a oportunidade de investir com exposição à metodologia ARCA com toda a praticidade que um fundo previdenciário proporciona, vale aprender como fazer isso.

O procedimento é simples: primeiro, você deve ter conta em uma instituição financeira de sua escolha. Isso é importante para ter acesso aos investimentos do mercado financeiro — incluindo a ARCA Previdência.

O passo seguinte é verificar o seu perfil de investidor, para determinar o nível de riscos que você está disposto a assumir no mercado financeiro. Desse modo, será mais fácil determinar o percentual de alocação do seu patrimônio no fundo. Avalie também os seus objetivos financeiros: esse é um veículo financeiro focado no longo prazo, especialmente para ajudar no equilíbrio dos riscos e na maior eficiência tributária

Com a estratégia alinhada, é hora de fazer a alocação. O aporte inicial pode ter um valor a partir de R$ 100 reais, feito manualmente. Depois, caso deseje mais praticidade, você pode configurar a alocação automática por meio do débito programado em uma conta bancária em seu nome.

Como mostramos neste conteúdo, investir seguindo o método financeiro do Primo Rico se torna mais fácil por meio da ARCA Previdência. Com essa alocação, você tem oportunidades de ampliar o potencial da sua carteira e reduzir os riscos para multiplicar o patrimônio no longo prazo.

Quer aproveitar a oportunidade de investir em um fundo que aplica a metodologia ARCA? Então acesse o nosso site para conferir todas as informações sobre essa alternativa e realize os seus aportes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *