Viajando com pouco dinheiro

Como Viajar com Pouco Dinheiro?

É possível viajar com pouco dinheiro, sim! Vamos te mostrar como fazer de forma simples e prática.

Passear, viajar, conhecer novos lugares é bom demais, né? Aqui na Grão um dos objetivos mais criados pelos consumidores no app é a viagem. A fim de ajudar quem tem esse sonho, vamos mostrar como viajar com pouco dinheiro.

Afinal de contas, a Grão tem o propósito de te ajudar a guardar dinheiro e gastar com sabedoria. Assim que a vida voltar ao normal, tenho certeza de que muita gente já estará de malas prontas.

Nesse sentido, vamos sugerir alguns lugares para ir com pouco dinheiro. Além disso, também vamos apresentar algumas dicas para:

  • Viajar com pouco dinheiro pelo Brasil, São Paulo e até Europa;
  • Economizar na viagem em várias áreas.

E muito mais.

É possível viajar com pouco dinheiro?

No momento em que se pensa em viagem, logo imaginamos os lugares mais requisitados e visitados pelos turistas. Só para ilustrar, estão destinos como Estados Unidos, França, Itália, entre outros.

Mas é – sim – possível viajar com pouco dinheiro. Se você ainda não tinha cogitado essa possibilidade, então chegou o momento de pensar com carinho a respeito disso.

Com toda certeza seria um máximo conhecer os lugares mais famosos do mundo. No entanto, viagens para destinos pouco conhecidos podem ser tão incríveis quanto e mais baratas.

Ainda mais se você for viajar com a família com pouco dinheiro é fundamental levar o bolso em consideração. Por isso, a palavra de ordem sempre é planejamento.

Para onde ir com pouco dinheiro

Certamente, decidir para onde viajar é uma questão de colocar na balança estilo, prioridades e – claro – orçamento. Ou seja, para onde você consegue ir com o dinheiro que tem e com o nível de conforto que precisa.

Dessa forma, as decisões só dependem de você. Ainda assim, vamos dar algumas dicas para encontrar destinos financeiramente mais em conta. Além disso, também teremos sugestões de como deixar qualquer viagem mais econômica.

Viajar com pouco dinheiro pelo Brasil

Confira abaixo alguns destinos nacionais. Ou seja, lugares para viajar com pouco dinheiro pelo Brasil.

  • Cânion do Xangô – Rio de São Francisco
  • Maragogi – Alagoas
  • Praia de Morro Branco – Beberibe, Ceará
  • Lençóis Maranhenses – Maranhão
  • Alter do Chão – Santarém, Pará

E algumas opções de viagem pela Europa para não estourar o orçamento.

  • Bucareste – Romênia
  • Kotor – Montenegro
  • Sevilha – Espanha
  • São Petersburgo – Rússia
  • Istambul – Turquia

Viajar com pouco dinheiro em São Paulo

Não apenas Ilha Bela representa o litoral paulista. Quem tem pouco dinheiro para viajar, pode ir para Ubatuba, São Sebastião, Bertioga, por exemplo. Se o objetivo é praia, Ubatuba tem 92 delas. Por isso é considerada por alguns como a capital brasileira do surf.

Por outro lado, quem quer agitação e contato com a natureza, pode ir para o interior do estado. Em Socorro, por exemplo, os esportes de aventura são a principal atração turística. A cidade fica às margens da Serra da Mantiqueira e não custa muito para viajar para lá.

Como economizar na viagem?

A lista de sugestões para economizar na viagem pode ser bem extensa, vamos apresentar mais detalhes das mais importantes.

No entanto, não se esqueça do básico:

  1. Se organize com antecedência e monte um orçamento com o que você vai conseguir pagar.
  2. Fique atento às promoções de passagens aéreas.
  3. Leve pouca bagagem. Assim, você evita pagar excesso no embarque e pode aproveitar empresas de baixo custo. Ou seja, aquelas que não têm despacho de malas.
  4. Não faça chamadas telefônicas de longa distância (o famoso roaming). Caso vá para o exterior principalmente. A sugestão é tirar o chip do celular e só usar os aplicativos na função wifi.
  5. Evite comprar nos aeroportos. Isso serve para alimentos, souvenirs e qualquer outro produto. Lembre-se de que tudo nos aeroportos é mais caro.
  6. Aproveite os passeios gratuitos nas cidades. Em outras palavras, parques, praias, dias gratuitos de museus, etc.
  7. Pesquise e compare todos custos: passagem, hospedagem, transporte… tudo.
  8. Aproveite os seguros de viagem do cartão de crédito.
  9. Não contrate serviços desnecessários de seguro viagem.
  10. Muito cuidado com as compras e lembrancinhas que vai trazer de volta. Separe uma parte do orçamento para isso.

Baixa temporada X alta temporada

Em primeiro lugar na lista de como deixar a viagem mais barata está trocar a alta temporada pela baixa. Ou seja, escolha viajar fora de temporada, de datas festivas ou em datas especiais do local que você queira visitar.

Com isso, você encontra preços melhores de passagem e hospedagem. Além disso, outro benefício é ter menos filas nos pontos turísticos.

  • Alta temporada no Brasil = verão (dezembro a março) e férias escolares (junho e julho).
  • Baixa temporada no Brasil = período mais letivo (abril e maio, e de agosto a novembro).

Fique atento que alguns feriados prolongados também podem ter preço de alta temporada. Por exemplo: Semana Santa, Independência, Dia das Crianças, Finados e Proclamação da República.

  • Baixa temporada nos Estados Unidos: entre agosto e outubro.
  • Baixa temporada na Europa: novembro, dezembro e entre fevereiro e abril. Não se esqueça da roupa de frio.

Hospedagem

Para que você consiga economizar na hospedagem, a ideia é trocar o hotel por um hostel, por exemplo. Ou seja, um albergue.

Nesse sentido, outra opção é o Couchsurfing. O termo une as palavras, em inglês, sofá e surfe. A ideia é buscar acomodações gratuitas na casa de pessoas que vivem na cidade que você quer visitar.

Entretanto, o principal ponto de atenção dessas duas sugestões é a privacidade. Como você vai dividir o quarto ou a casa com outras pessoas, precisa ter em mente as limitações. 

Em outras palavras, você não terá tanta privacidade quanto num hotel. Porém, vale muito a pena se seu objetivo é economizar dinheiro.

Uma terceira alternativa para economizar na hospedagem é trocar a estadia por trabalho. Na plataforma Worldpackers você se oferece como voluntário para algumas horas de trabalho por dia em troca da hospedagem.

Transporte

Assim como na hospedagem, as alternativas são a pedida para o transporte nas cidades que você vai visitar. Por exemplo, em vez de pegar um táxi, que tal um Uber ou até mesmo um carro compartilhado?

Muitas cidades têm opções de transporte público local a preços mais acessíveis ou mesmo serviços de bicicletas compartilhadas. Vale abusar da criatividade e até mesmo buscar aplicativos de carona.

Alimentação

Nesse ponto, o principal é evitar os restaurantes de turistas. Ou seja, aqueles bem próximos aos principais pontos turísticos da cidade que atraem as pessoas que têm preguiça de pesquisar.

Para viajar com pouco dinheiro, a indicação é se alimentar em casa ou no hotel. Além disso, carregue sempre água e lanchinhos, procure comer em feiras e mercados livres e faça almoços reforçados.

Dinheiro

Em relação às formas de pagamento, o ideal é viajar com dinheiro vivo independente do seu destino. Para os viajantes internacionais, é preciso pesquisar bem a casa de câmbio. Nada de trocar o dinheiro na primeira casa que aparecer. 

Para te ajudar com sua pesquisa das melhores taxas, separamos três opções excelentes para fazer o seu câmbio:

Milhas ou pontos

As milhas são oferecidas pela companhia aérea que você costuma usar com mais frequência. É uma forma de incentivo a viajar com pouco dinheiro. Já que uma parte da passagem foi paga com milhas acumuladas de outros voos.

Por outro lado, os pontos de fidelidade geralmente se aplicam a cartões de crédito. De forma prática, quanto mais você compra, mais pontos acumula. Depois, pode trocar esses pontos por produtos, serviços e até mesmo por milhas.

É provável que você esteja pensando: “mas eu não tenho milhas, nem gasto tanto assim no cartão, para ter milhas”. Pois saiba que é possível comprar milhas de outras pessoas.

Por exemplo, a 123Milhas é uma plataforma que permite comparar preço das passagens e realizar compras e vendas de milhas.

A fim de economizar na compra da passagem, ao usar milhas, seja flexível quanto às datas. Assim, você consegue reduzir ainda mais o gasto com a passagem, que é um dos mais caros na viagem.

Conclusão: viajar com pouco dinheiro é possível

Por fim, nem é preciso dizer para buscar sites com promoção e pesquisar o local antes, não é mesmo?

Pois é, viajar com pouco dinheiro torna ainda mais importantes pesquisar e comparar preços de todos os gastos. Mas não se esqueça de se divertir também e aproveitar para conhecer a cultura e a gastronomia local.

Ao criar um objetivo no app Grão, você pode se programar e juntar dinheiro ao longo do ano para a sua viagem. Conforme dissemos no início, viajar é um dos principais objetivos criados pelos nossos clientes.

Se você juntar aos poucos, de Grão em Grão, consegue realizar seu objetivo sem pesar tanto no orçamento. Além disso, você também pode abrir uma conta digital grátis com cartão de débito na Grão. 

E todos os dias encontra dicas e informação de qualidade nas nossas redes sociais: Instagram, Facebook e YouTube.

Baixe grátis o aplicativo Grão e comece agora a juntar dinheiro! O app está disponível nas lojas de aplicativos Google Play ou App Store.

Foto de Eva Darron em Unsplash

Leia também

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão