Pix - Grão

Pix: O Que É, Como Funciona e Economize Dinheiro

Você provavelmente já ouviu falar sobre o Pix, certo? Sem dúvida, esse termo se tornou muito frequente na hora de fazer transferência para amigos ou conhecidos.

O meio de pagamentos instantâneo entrou em vigor no Brasil em outubro de 2020, regulamentado pelo Banco Central. Menos de um ano depois, muita gente não sabe como viveu tanto tempo sem ele.

Neste artigo, vamos te explicar melhor o que é o Pix, como ele funciona e como ele pode te ajudar a economizar dinheiro.

O que é Pix?

Em resumo, ele é um sistema instantâneo de pagamentos e transferências. Ou seja, ao contrário do pagamento regular de boletos ou das transferências via TED e DOC, com o Pix, o dinheiro cai na hora na conta do receptor.

Além disso, o sistema instantâneo funciona 24 horas, mesmo em fins de semana e feriados. Dessa forma, ajudou a acelerar as transações e deixar tudo muito mais dinâmico e simplificado.

Outro ponto importante do Pix é que ele é gratuito para pessoas físicas e MEI e vale para qualquer instituição financeira. Você não precisa pagar taxas para transferir para um amigo que tem conta em outro banco, por exemplo.

Por isso, esse sistema facilitou a vida dos brasileiros e nos ajuda a gastar menos com taxas bancárias.

Como funciona?

Em primeiro lugar, ele é feito de maneira digital. Desse modo, ele funciona por chaves de identificação ou QR Code.

Assim, não é necessário passar os dados da sua conta para quem vai realizar a transferência ou pagamento.

Na hora de fazer a cobrança, a pessoa que deve receber o dinheiro passa a sua chave Pix. Essa chave pode ser o número do telefone, CPF, CNPJ ou o e-mail, contanto que esteja cadastrada em sua conta bancária.

Com a chave da pessoa que deve receber o dinheiro, a pessoa que realizará a transferência pode fazer isso pelo seu aplicativo do banco. Basta clicar na aba “Pix”, digitar o valor, digitar a chave do recebedor, confirmar os dados e enviar.

No caso do pagamento via QR Code, muito frequente em estabelecimentos comerciais, no lugar da inserção da chave Pix, o pagador faz o escaneamento do código.

Automática e instantaneamente, o valor é debitado da conta do pagador e recebido na conta do recebedor.

Pix - Grão
Crédito: Pexels

Quem pode usar? 

Qualquer pessoa ou empresa que tenha uma conta de instituição financeira com acesso ao modo digital pode usar o sistema de pagamento instantâneo. Basta cadastrar suas chaves no aplicativo do banco.

Pix tem limite de valor? 

Não existe um limite máximo para pagamentos ou transferências via pix estabelecido pelo Banco Central. 

No entanto, a maioria das instituições financeiras estabelecem um teto para evitar fraudes e prevenir lavagem de dinheiro. 

Esse limite pode variar de acordo com o perfil de cada cliente e de acordo com as regras do próprio banco. 

Alguns deles, em especial os digitais, oferecem ao próprio cliente a opção de escolherem seu limite de operações diárias.

Sobre um limite mínimo para transação, não existe. Você pode transferir a partir de R$ 0,01.

Quando posso usar o Pix? 

Você pode usar a qualquer hora, de qualquer lugar. Contanto que você tenha saldo, acesso à internet e um smartphone para utilizar o aplicativo, é claro.

Vale lembrar também que, para receber transações pelo sistema instantâneo, você precisará criar sua Chave Pix.

Como criar chave Pix?

Para criar a sua chave, entre no aplicativo do banco cuja conta você deseja utilizar para receber transferências.

Clique na aba “Pix” e então em “criar chave Pix”. Então, é só escolher qual informação você deseja utilizar como chave, se é o seu CPF, e-mail, número de celular ou CNPJ da empresa.

Depois de criado, a instituição vai utilizar um método de verificação para saber se é você mesmo o dono desses dados. Basta seguir o passo a passo indicado no aplicativo e então sua chave estará liberada.

Caso você tenha mais de uma conta na qual costuma receber transferências, você pode cadastrar diferentes chaves para cada uma.

Por exemplo, você tem uma conta no aplicativo da Grão e outra na Caixa Econômica. Então, você pode cadastrar seu CPF na conta Grão e seu e-mail na conta da Caixa.

Na hora de compartilhar o dado com a pessoa que fará a transferência, envie a chave da conta na qual você quer receber o dinheiro.

Pix - Grão
Crédito: Pexels

Como fazer um Pix?

Para que você transfira instantaneamente o dinheiro para outra pessoa ou pague por um produto ou serviço, é bem fácil também.

Você só precisa entrar no aplicativo da instituição financeira pelo seu celular e clicar na aba “Pix”. Digite o valor a ser pago ou transferido, insira a chave ou escaneie o QR Code, coloque sua senha e confirme.

Como cancelar um Pix feito? 

Como o sistema é instantâneo, assim que é feita a confirmação da transação, não é possível cancelar a operação. Afinal, a pessoa já recebeu o dinheiro enviado em poucos segundos. 

Mas, se você enviou o valor errado no Pix, pode conseguir seu dinheiro de volta pedindo para que a pessoa devolva o valor. Basta passar a sua chave para ela.

No entanto, se você colocou a chave errada e enviou o valor para outra pessoa, dificilmente conseguirá reaver o dinheiro. 

Por isso, é importante checar direitinho as informações antes de clicar em confirmar e colocar a sua senha para efetuar a transferência.

Mais dúvidas

Pix agendado

Se você deseja fazer uma transferência ou pagamento de maneira não instantânea, é possível fazer o Pix agendado.

Nessa modalidade, você escolhe o valor, a chave Pix do recebedor e, em seguida, a data e hora que a operação deve ser feita.

Na data e hora agendadas, o valor será descontado da sua conta e recebido pelo dono da chave Pix.

Um ponto legal aqui é que você pode cancelar o Pix agendado a qualquer momento anterior ao da data e horário escolhidos.

Pix anônimo

Se você não quer se expor ao pagador, é possível criar uma chave Pix anônima. Basta entrar no aplicativo do seu banco e, na hora de cadastrar suas chaves, clicar na opção “Chave Aleatória”.

O aplicativo irá gerar uma chave Pix anônima, mas ela terá uma data e horário de validade, portanto, atente-se a isso na hora de compartilhar.

Pix em análise ou rejeitado

Apesar de o Pix ser instantâneo, em caso de suspeita de fraude, as instituições financeiras podem reter transferências e pagamentos por até uma hora.

Nesse caso, aparecerá um aviso de “Pix em análise” e, caso não seja autorizado, ele será rejeitado.

Se isso acontecer, você pode conferir se a chave está correta e se o limite de Pix do seu banco permite a transferência desse valor. Tente novamente e, em último caso, contate o banco.

Pix é seguro?

Sim, o Pix é seguro e confiável. É um sistema de fato muito bem planejado pelo Banco Central e operado pelas fintechs, bancos e instituições financeiras em geral.

Porém, algumas recomendações de segurança são relevantes: busque compartilhar seus dados apenas com pessoas de confiança. Principalmente o seu CPF.

Para desconhecidos, usar a chave Pix anônima pode ser uma boa opção. 

Além disso, na hora de mandar, sempre confira os dados da pessoa recebedora antes de confirmar o Pix.

Onde reclamar?

Se você sofreu algum golpe ou fraude via Pix, entre em contato com o seu banco ou instituição financeira.

Dependendo do caso, se a instituição não te der o suporte necessário, procure um advogado. Porém, são raros os casos em que isso se faz necessário.

Pix Auxílio Emergencial

Você pode movimentar o dinheiro do seu Auxílio Emergencial via Pix. Basta acessar a aba “Pix” no aplicativo da Caixa Tem e descrever valor e chave da conta recebedora.

Pix - Grão
Crédito: Pexels

Conclusão

O Pix é mais um avanço no nosso sistema financeiro e facilita muito o nosso dia a dia, na hora de fazer pagamentos ou transferências.

Ele faz parte de um processo de democratização e digitalização desse mercado, o que é muito positivo.

À primeira vista, algumas pessoas têm medo da tecnologia por acreditarem que ela facilita golpes e fraudes. Mas isso não é necessariamente uma verdade.

Essas ferramentas e os aplicativos bancários possuem métodos de segurança bastante avançados. 

Por isso, seguindo as recomendações de segurança e se atentando na hora de fazer operações, pode usar sem medo!

E se você quer melhorar suas finanças, conte com a Grão. Todos os dias trazemos dicas financeiras nas nossas redes sociais: Instagram, Facebook e YouTube.

Por fim, baixe grátis o aplicativo Grão e comece agora a juntar dinheiro! O app é gratuito e está disponível nas principais lojas de aplicativos Google Play ou App Store.

Leia também

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão