fbpx Pular para o conteúdo
Pets: quanto você gasta com os seus animais de estimação?

Pets: quanto você gasta com os seus animais de estimação?

Não há dúvidas: os pets de estimação são membros importantes das nossas famílias. Mas atenção aos gastos fixos e inesperados que o seu animal por ter.

Você gosta de animais de estimação? Tem um em casa? Se você respondeu “sim” para essas perguntas, deve saber que eles enchem a nossa casa de felicidade, assim como trazem vários novos custos para o nosso orçamento.

Os pets são membros da família e incluem gastos bem parecidos com os que nós, humanos, temos. Isso pode variar de acordo com o estilo de vida que você oferece ao seu pet. 

No geral, alguns gastos vão além da tradicional ração, como com petiscos, brinquedos, camas, banhos, roupas e outros mimos. 

Não podemos esquecer da saúde do seu animal. É preciso visitar o médico veterinário periodicamente e, infelizmente, às vezes o seu pet pode ficar doente. 

Pode ser necessário fazer exames, comprar medicamentos e até fazer tratamentos médicos, que podem ser longos e caros. 

Vamos falar sobre a relação entre os animais de estimação e o seu orçamento?

Gastos com animais: Alimentação

Não por acaso, esse é o primeiro item deste post. Não importa se o estilo de vida do seu animalzinho é simples ou luxuoso, todos os pais e mães de pet precisar ter no seu orçamento o custo da alimentação do animal.

Existem rações industrializadas preparadas especificamente para cães, gatos e várias outras espécies. 

Você costuma comprar ração pronta? Costuma pesquisar preços, marcas e tamanhos? 

Esse é um dos gastos com animais mais comum, afinal, a alimentação é muito importante.

Pode ser que o seu pet tenha preferência por alguma marca ou algum sabor específico e você queria comprar o que o seu animal gosta. Nesse caso, pesquise preços e promoções do tipo “leve 3, pague 2”.

Não se esqueça de avaliar se o produto será consumido antes do prazo de validade, ok?

Gastos com animais: Brinquedos e acessórios

Há quem veja os animais de estimação como filhos.  Se você também vê o seu pet dessa forma, pode ser que você tenha gastos com brinquedos, camas luxuosas e outros mimos.

Pode ser que o seu pet não ligue muito para brinquedos, mas você sempre acaba comprando, não é? Não tem problema comprar presentes para alguém tão especial na sua vida, mas é preciso ter cautela. 

Por mais que o brinquedo seja legal e você pense que o seu animal vai adorar, é preciso estar atento ao gasto que isso pode te trazer. 

Um dos gastos com animais mais relevantes são os brinquedos, manter o seu pet feliz é algo que você não pode esquecer.

Atenção, antes de comprar, pense: “Ele precisa de um brinquedo novo?” “Isso vai comprometer o meu orçamento?”.

Nessa categoria, também podemos incluir coleiras, guias de passeio e roupas. 

Ah, se você costuma passear com o seu pet, é importante zelar pela segurança e estar no controle do passeio, mas o seu animal não precisa de uma coleira descolada e, muitas vezes, cara.

Além de procurar promoções, busque o melhor custo-benefício. Lembre-se: o produto precisa ser confortável para o seu pet e caber no seu orçamento.

Gastos com animais: Pet Shop

Costuma levar o seu animal para tomar banho em pet shop? Não tem problema, mas fique atento. 

Entres os gastos com animais, o custo de procedimentos de higiene varia muito de entre pet shops.

Pode ser que você encontre serviços de banho e tosa, por exemplo, 2x mais caros no mesmo bairro. 

Em primeiro lugar, analise se esse custo é realmente necessário, na frequência em que é utilizado.

Pesquise em estabelecimentos diferentes os preços dos procedimentos que o seu pet costuma fazer. Você pode encontrar valores muito diferentes. 

Não esqueça de perguntar se o pet shop tem algum programa de fidelidade. Você pode ganhar descontos ou banhos grátis. Legal, né?

O mais importante é manter o seu pet seguro, saudável e com a higiene em dia, sem comprometer o seu orçamento. 

Isso deve ser levado em conta ao pesquisar serviços, a segurança e o carinho merecem ser recompensados.

Gastos com animais: Veterinário e saúde

Todo mundo que tem pet sabe que precisa consultar o médico veterinário regularmente, não importa a espécie do animal. 

Os gastos com animais em saúde fazem parte do cotidiano, queiramos ou não.

Esse pode ser um dos grandes gastos do seu pet, principalmente se for idoso. Coloque esse custo como uma das prioridades do seu pet. 

Além do valor das consultas, normalmente filhotes precisam de vacinas e alguns exames de rotina, não esqueça!

Assim como imprevistos acontecem com os humanos, também podem acontecer com o seu animal.

Ele pode quebrar a pata durante uma brincadeira, por exemplo. Por isso, separe um valor no seu orçamento para emergências.

Uma dica: pesquise sobre planos de saúde. As opções de empresas e planos vêm crescendo e podem significar um alívio para o seu bolso. 

Imagine que o seu pet se machuque e precise fazer alguns exames ou até ficar internado. Alguns planos de saúde podem cobrir esses custos.

Não se esqueça de avaliar se é possível incluir a mensalidade do plano no seu orçamento.

Gastos com animais: Cemitério 

É difícil pensar nisso, mas um dia os nossos bichinhos vão deixar a vida.

Por mais triste que seja é um dos gastos com animais que devemos ter um cuidado especial. 

Existem cemitérios e crematórios especializados que oferecem pacotes para o seu animalzinho mesmo em vida. 

Os planos contam com descontos em veterinários e pet shops.

Esse momento pode ser muito doloroso. Lidar esses custos em um momento tão delicado pode ser difícil e, infelizmente, mais caro. 

Não deixe esse custo de lado. Inclua na reserva de emergência para o seu pet.

Extra: Ajuda a ONGs e instituições

Com ou sem animais de estimação, algumas pessoas apoiam causas animais, inclusive financeiramente. 

No Brasil, existem várias ONGs de acolhimento, tratamento e adoção de animais, e grande parte aceita ajuda financeira.

Se você fizer doações em dinheiro para essas instituições, não se esqueça de incluir no seu orçamento, mesmo que não seja um gasto fixo. 

A intenção do controle financeiro é, literalmente, estar no controle do seu dinheiro. Por isso, inclua todos os gastos com o seu pet ou ONGs em que você é parceiro.

Ficou com dúvidas? Quer conversar mais sobre esse assunto? Deixe um comentário para a gente aqui embaixo.

Foto de Adrianna Calvo no Pexels

Leia também

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão