Cheque especial: como ele mexe com seu bolso

Cheque especial: como ele mexe com seu bolso

Se você tivesse que descrever um serviço especial envolvendo o seu dinheiro, como ele seria? Cômodo, transparente, simples de usar, fácil de resolver e com uma taxa de juros especial, certo? Pois é, o cheque especial não é exatamente isso.

O nome cheque especial é curioso e remonta ao passado, quando pagar com cheque era mais comum e até mesmo desejável – muita gente negociava e pagava com os conhecidos cheques pré-datados. Mas ele é mais do que apenas o cheque em si (aquele de papel).

O cheque especial é toda a relação que você mantém com o banco no que diz respeito ao uso da conta corrente e seu limite. A ideia é encher seu cheque de estrelas e cores bonitas, oferecer um limite mais elevado e então passar a chamar você de alguém especial. Para ter o cheque especial.

{{cta(‘9930ffe8-9eb2-48f8-9a58-f00dd50be520′,’justifycenter’)}}

Cheque especial: limite com juros elevados

Você certamente não usa mais o cheque, o que é ótimo. O cartão de débito/crédito é muito mais seguro, fácil de usar e ainda oferece melhores maneiras de controlar os pagamentos. Acontece que tanto o limite da conta corrente quanto o limite do cartão cobram juros elevados.

Em março de 2020, a média dos juros para o cheque especial estava em 130% ao ano (ou 7,2% ao mês). A taxa média cobrada no cartão de crédito era mais que o dobro do cheque especial, chegando a incríveis 322% ao ano. O fato de você usar menos o cheque especial pode ser perigoso se você usar demais o cartão.

Repare no seu extrato bancário e você vai ver que ao final, além do saldo real da sua conta, existe um saldo que considera o limite dado pelo banco. Assim, muitas pessoas batem logo o olho lá embaixo e acham que têm mais dinheiro do que realmente têm – porque olham o saldo com o limite.

E é assim que seu banco trata seus clientes. Viu só como você é especial? Se não prestar atenção, você corre o risco de entrar voando no cheque especial. Portanto, atenção ao observar seu extrato, mas principalmente ao usar seu dinheiro e registrar seus gastos.

É muito importante que você entenda que cheque especial e cartão de crédito são as duas modalidades de crédito/empréstimo mais caras, portanto deve evita-las com todas as suas forças. Sério.

Leia também: Boas iniciativas em época de pandemia do Coronavírus

Cheque especial: uso só mesmo em emergências (e olhe lá)

Você deve estar pensando algo como: “Ah, mas ter ali um limite na conta corrente é bom, caso a gente precise em uma emergência, não vai ficar sem dinheiro”. Pois é, emergência é uma coisa, mas contar com o limite quase que como uma extensão de renda é outra – e é isso que muita gente faz.

O pensamento em relação ao uso do limite em caso de emergência faz sentido, mas o dinheiro precisa cobrir o montante do cheque especial dentro do prazo de alguns dias em que os juros não serão cobrados (geralmente 10 dias). Se passar disso, não foi uma emergência qualquer e você deve pensar em uma saída melhor.

O cheque especial vai fazer sua dívida crescer muito rápido, então pense em uma alternativa para cobrir o limite se notar que não vai ser possível fazer isso dentro do plano original. Um crédito consignado, por exemplo, pode ser útil para quitar o cheque especial – os juros são bem mais baixos.

{{cta(‘e2a0084a-e8ff-4f3e-a518-1e2e3133cbe5′,’justifycenter’)}}

Cheque especial: legal ter, melhor não usar

O mais importante na nossa conversa hoje é que você fique alerta para a natureza do cheque especial. O limite parece uma grande ajuda, algo para realmente fazer você se sentir especial, mas o objetivo é que você extrapole nos gastos e pague juros (altos) por isso.

Nós queremos você em paz com seu dinheiro, gastando menos do que ganha e evitando ao máximo dívidas que não fazem sentido. Ficar devendo para o banco, tanto no cheque especial quanto no cartão de crédito, não faz sentido. Acredite!

Em vez disso, organize-se usando nossa planilha gratuita de controle financeiro e crie o objetivo de guardar dinheiro como parte do seu dia a dia, administrando bem seus limites financeiros e cuidando com muito carinho das compras feitas usando cartões de débito e crédito.

Para não ficar dúvidas, você é realmente especial, mas não porque tem um bom limite no seu cheque especial ou porque seu cartão é de uma cor diferente e com alguma palavra bonita em inglês. Você é especial porque está aprendendo e colocando em prática a educação financeira.

Leia também: Dívidas em atraso: negocie sem comprometer seu orçamento

Menos cheque especial, mais porquinho digital

A equipe da Grão está ao seu lado para ajudar você a entender que especial mesmo só o seu objetivo de fazer do porquinho digital um hábito para a vida inteira. Queremos que você guarde dinheiro hoje e sempre!

{{cta(‘a5f459c9-7285-4b6e-b0ed-d1234e94b6eb’,’justifycenter’)}}

Todos os dias você vai encontrar dicas, sugestões, artigos, ferramentas e muita informação de qualidade em todos os nossos canais de mídia e redes sociais, então siga-nos no Instagram, Facebook e Youtube.

Educação financeira também significa entender como bancos e outras instituições funcionam justamente para não desviar de seu foco. Além de contar com rentabilidade acima da poupança tradicional, agora você também paga e faz recargas através do nosso App.

Imagem de Steve Buissinne.

Leia também

3 comentários

  • Responder

    […] Pouca gente se dá conta de que o limite disponível no cheque especial é um tipo de empréstimo. Ou seja, ele funciona como um limite de crédito pré-aprovado associado à sua conta bancária. Já explicamos o que é cheque especial e como ele funciona. […]

  • Responder

    […] Leia também: Cheque especial: como ele mexe com seu bolso […]

  • Responder

    […] Limites cada vez maiores no cheque especial, oferta de cartão de crédito com limite também elevado, propagandas ostensivas de crédito e empréstimos, venda casada (disfarçada, afinal de contas isso é proibido) e produtos de investimento ruins são parte do dia a dia de quem está nas mãos de um “bancão” tradicional. […]

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão