Intercâmbio - Mundão, aí vou eu!

Intercâmbio – Mundão, aí vou eu!

Já pensou em realizar um intercâmbio?

Conhecer lugares novos, pessoas novas, ter contato com culturas diferentes, comidas diferentes; mas também ter uma vida fora do seu país, longe da sua família, dos seus amigos, sair da sua zona de conforto… como tudo na vida, intercâmbio tem seus prós e contras.

Mas neste momento, se realmente a sua vontade grita mais alto então vale muito a pena se planejar para cair nesse mundo e começar a explorar, aprender e se divertir como toda a sua experiência.

Vamos aos tópicos para saber tudo e um pouco mais a respeito desse mundo maravilhoso de intercâmbio!

Afinal o que seria intercâmbio?

Nada mais é que uma viagem na qual seu objetivo maior seja adquirir conhecimentos intelectuais mediante as experiências em outro país. Se vai a trabalho, estudar, fazer os dois ou apenas passar uma temporada; tenha certeza que você vai voltar para casa com muitas histórias para contar.

Com qual idade fazer intercâmbio?

Não tem limite de idade para aprender e se divertir. Existem opções de intercâmbio para todos os que queiram embarcar nessa:

Menos de 12 anos: a sugestão é realizar um intercâmbio com a família.

De 12 a 17 anos: o legal seria fazer algo nas férias – intercâmbio teen.

De 14 a 17 anos: se já fala outro idioma, o ideal seria fazer um High School, ou seja, fazer o ensino médio fora do país. “Alô, High School Musical?!”

highschoolmusical

© GIPHY

Galerinha de 18 anos pra cima: se procura aperfeiçoar ou até mesmo aprender outra língua, cursos de idiomas, intercâmbio para trabalhar e estudar, trabalho voluntário, au pair… são ótimas opções, viu?

Galerinha de 18 anos pra cima mas que já sabe falar outro idioma: essas opções seriam uma boa – cursos preparatórios para exames de proficiência, universidades no exterior, executive education, estágios, trabalho de férias, trabalhar e estudar.

Especial para meninas de 18 a 26 anos: Au Pair, nada mais é que ser uma babá e ajudar com algumas tarefas do lar.

Universitários de até 28 anos: Invista em um trabalho de férias.

E para quem chegou na casa dos 30: Executive Education – programas de intercâmbio que ofertam turmas de 30+ ou 50+.

O único requisito para todas as idades é: QUERER

Um mar de rosas mas nem sempre

Como dito logo acima, mesmo indo viajar para um lugar diferente, isso não quer dizer que não vai enfrentar certos conflitos porque você vai sim. Veja os prós e contras:

PRÓS

  • Viajar para outro país
  • Um combo de conhecer culturas diferentes, pessoas diferentes, comidas diferentes, ter uma rotina diferente, etc
  • Contato 24h por dia com o idioma
  • Oportunidades e propostas de empregos
  • Aumento de repertório
  • Auto independente
  • Auto consciente

CONTRA

  • Por um tempo ter que ficar longe da família e amigos
  • Não se dar bem com o programa de estudos
  • Não se dar bem com a cultura do país em si
  • Muito gasto dependendo da região

E quais são os melhores lugares?

E claro, os mais em conta né, não pode faltar:

  • África do Sul – Cidade do Cabo
  • Malta – ST. Julian’s
  • Irlanda – Dublin
  • Canadá – Toronto ou Vancouver
  • Nova Zelândia – Napier
  • EUA – Portland, San Diego e Miami

São os destinos disparados na procura, tanto pelo custo como por seus lugares lindos. Claro que você pode realizar um intercâmbio nos lugares mais famosos do mundo, mas para começar, por que não considerar lugares mais em conta e que ainda assim que te garantem boas experiências?

Realizar uma viagem desse porte é uma grande emoção e por ser assim exige um grande planejamento, principalmente na escolha do destino que é o fator primordial sendo que ele basicamente será algo decisivo com relação aos gastos que você terá em toda a sua experiência.

Ainda bem que existem agências que podem te auxiliar perfeitamente quanto a essa escolha e entre outras também, como a melhor época do ano para viajar, quanto de dinheiro levar para as despesas, os melhores rolês para se fazer no país/região e o quanto no total será o custo de todo o programa do seu intercâmbio.

Separamos 4 principais agências que podem estar participando desse momento com você:

Sem contar que vira e mexe acontecem promoções super legais que podem te ajudar ainda mais quanto ao custo total do seu intercâmbio.

E aí, bora arrumar as malas?

Mas antes, mais uma vez frisamos o quão importante é fazer um planejamento completo para não sofrer e se estressar com algo tão incrível que é realizar uma viagem desse tipo, e por isso existem ferramentas que podem te ajudar referente ao seu dinheiro.

Digamos que você já tenha escolhido o país que será o cenário para o seu intercâmbio, certo? Agora você precisa decidir qual será a forma de pagamento, né. Nesse caso, existem duas opções: 1. parcelamento e 2. investimento, e adivinha… a maioria das pessoas nesse momento optam por realizar parcelas a ter que realizar um investimento para conseguir pagar à vista, porque acredite, essa é a melhor forma de realizar o pagamento da sua viagem.

Em uma simulação referente ao pagamento, veja que se você optar por parcelas o valor a ser pago pode vir acompanhado de juros e isso pode sair bem mais caro do seu bolso. Esse quadro já muda se você realizar um investimento referente a sua viagem porque você se vê livre de juros e o mais importante, com TUDO QUITADO!

Agora vamos a uma rápida simulação para você ver que realmente vale a pena realizar um investimento e com isso vamos utilizar uma das ferramentas para te ajudar nesse processo – app Diin

Digamos que o seu intercâmbio vai custar R$ 15mil e o destino escolhido foi a Irlanda. Então você precisa guardar R$ 1mil por mês (o equivalente a uma parcela, em caso de uma compra a prazo, por exemplo) no aplicativo Diin. Então, ao final de 15 meses o seu dinheiro terá um rendimento previsto no valor bruto de R$ 493,40 graças ao 89% do CDI aplicado no seu dinheiro. Lembrando que esse valor R$ 15.493,40 é a quantia suficiente para quitar de vez o pagamento do seu intercâmbio e você ainda ganha um dinheiro a mais para usar na viagem, o que é muito legal!

Se você achou 15 meses um período muito grande, você pode dar uma quantia de entrada e parcelar o resto do valor. Veja que essas são opções que podem melhorar a forma de pagamento e te ajudar com a organização do seu orçamento.

Priorize sempre as suas condições financeiras e você vai ver como tudo pode agir ao seu favor. E aproveitando o gancho, temos um recadinho final do app para você:

Oi, eu sou o app Diin!

Comigo você pode tornar bem mais fácil o processo de economia para a sua viagem. Fazendo um objetivo você já começa a guardar o seu dinheiro com muito foco, assim quando estiver perto do grande dia, você não vai estar desesperado por conta do dinheiro que precisa de uma forma geral para a sua viagem.

Poxa, que legal app Diin. Adoramos a dica!

Com as dicas colocadas em prática e com tudo preparado, aproveite ao máximo a sua aventura nesse mundão rico de culturas que está prontinho para te receber ✨

Foto capturando o coração humano. em Unsplash

Leia também

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão