Fazendo as pazes com o seu controle financeiro

Fazendo as pazes com o seu controle financeiro

Falou em controle financeiro, e você já começa a coçar a cabeça e simultaneamente começa a pensar na atual situação da sua organização.

Bora fazer um teste? 

Mas calma, não se preocupe. Será apenas um teste para descontrair um pouco, ok? 

Opção A – Minhas finanças estão ótimas e meu controle financeiro chega dá inveja de tão organizado que ele é.

Opção B – Organizo meu controle financeiro regularmente mas apenas com gastos maiores.

Opção C – Tenho consciência sobre controle financeiro mas não sei por onde começar.

Opção D – Controle o quê? Não faço ideia do que isso seja.

RESULTADOS:

  • Se a sua opção for A, parabéns!

Sua educação financeira é um colírio para os nossos olhos.

  • Se você se encaixa mais na opção B, está no caminho certo!

Mas ainda faltam alguns ajustes para conseguir a eficácia do seu controle.

  • Você escolheu a opção C, não se preocupe!

Estamos aqui para isso, e com a nossa ajuda você vai perceber que é mais uma questão de rotina.

  • Agora, se sua opção foi a D, …

Senta aqui porque há um trabalho a ser feito!

CONTROLE FINANCEIRO – O GRANDE AMIGO DA SUA ROTINA

Como o título já diz, sim, esse controle financeiro quer muito ter uma amizade com a sua rotina. E pensa bem, essa amizade pode te trazer muita otimização para as suas finanças. Exemplo geral disso, é a capacidade de noção mais clara que você passa a ter sobre o que tem sido realmente gasto e economizado. Esse controle te permite a investir, a ter uma reserva de emergência, ter um retorno financeiro positivo ou planejar a sua próxima compra importante, como a compra de um apto novo, móveis novos para esse apto, uma moto, celular novo ou a compra dos materiais para a reforma da casa.

Vamos metaforizar e personificar o seu controle financeiro.

Início de amizade a gente passa a conhecer melhor a pessoa sabendo do básico como do que gosta de comer, quais rolês gosta de fazer, os filmes que curte assistir, etc. Consequentemente, você vai achando pontos em comuns com essa pessoa e até mesmo, pontos nada em comum porque afinal não existe amizade 100% perfeita.

Com o controle financeiro acontece basicamente assim. Você passa a conhecer a rotina dos seus gastos financeiros e diante disso, acaba se conhecendo melhor, já que os seus gastos são o espelho dos seus hábitos de consumo. Tendo essa consciência dos seus gastos, você começa a perceber os pontos em comum, que nesse caso seriam os gastos positivos – fixos, e os pontos negativos, sendo eles os gastos desnecessários. E assim como acontece na amizade, acontece também com o seu controle financeiro. Passamos a descartar os gastos negativos, e ficamos com os gastos positivos com a intenção de mantê-los o mais organizado possível.

Agora você deve estar pensando: “Boa Diin, muito legal isso tudo, mas como eu faço para começar a me organizar?”

Ótima a sua pergunta, porque as informações logo a seguir te ajudarão a construir um mindset bacana para dar esse start.

1. CONTROLE SEUS GASTOS MENSALMENTE

O período ideal para controlar os gastos é o mensal. Acompanhar o seu orçamento mensalmente te ajudará a saber em que pé está o status para a realização do seu sonho. Comece a considerar todos os seus gastos. Isso mesmo, até o gasto que você teve com as balinhas na banca de jornal. Não tem importância se o gasto foi mínimo, nesse controle vale por tudo. Já ouvimos muito a frase: “De grão em grão, a galinha enche o papo.”, nesse caso, o grão seria os gastos pequenos, e o papo da galinha seria o seu controle financeiro cheio de gastos para organizar.

2. NÃO SE ESQUEÇA DE SUAS PRIORIDADES

Com o controle financeiro fica mais fácil de focar em suas prioridades. O esquema aqui é ter metas fáceis e crescentes, alinhados a sua realidade. Se você estagnou em uma meta, faça uma repaginada porque só assim você conseguirá enxergar com mais clareza para as suas prioridades, de modo que você não se comprometa com compras que não pode pagar.

Existem códigos de ética que podem ajudar muito nesse processo – QUERO? POSSO? DEVO?, funciona assim: digamos que você esteja no shopping e você vê na vitrine da sua loja favorita que acabou de lançar uma releitura do tênis que você já tem e que por sinal, gosta muito.

Pensei assim:

Eu QUERO esse tênis?

R: Sim, você quer! Porque afinal de contas, é a releitura do tênis que você adora e da marca que você tanto curte.

Eu POSSO ter esse tênis?

R: A grosso modo, sim, você pode ter. O dinheiro é seu mesmo!

Eu DEVO comprar esse tênis?

R: É aqui que a sua razão dará pulos de alegria, porque não, você não deve. Você já tem três parcelas para pagar da última compra de roupas que você fez mês passado, têm também suas contas fixas na lista de pagamentos, e sem contar que você se comprometeu com sua meta de reformar do seu apto.

Resumindo:

Você pode fazer qualquer coisa, mas nem tudo lhe convém fazer.

3 . GUARDE OS SEUS DESEJOS

Já que nem tudo lhe convém, guarde seus desejos na gaveta. Evite gatilhos que despertem esses desejos. A newsletter da marca que você adora acabou de te mandar um e-mail com a novidade do tênis, não se renda, cancele a inscrição!


4 . PLANEJE SEUS GASTOS

Se eduque com avaliações que suas compras tem impacto em suas despesas. As compras do mês no supermercado por exemplo, é um ótimo momento para esse planejamento de gastos. E a ferramenta indicada é: LISTINHA.

Faça um apanhado de tudo que você realmente precisa comprar. Faça a listinha e leve com você para o supermercado, desse jeito você consegue seguir a risca o seu planejamento de compras sem peso na consciência com gastos extras.


5 . COMPARE OS PREÇOS

Pode ser muito chato fazer isso, mas para o seu controle, esse hábito só agrega positivamente. Pesquisar o melhor preço antes de comprar seria a sua carta na manga.


6. SAIBA USAR O CARTÃO DE CRÉDITO

Esqueça os fantasmas sobre o cartão de crédito. Você pode usá-lo, mas com sabedoria. Estabelecer suas prioridades e metas dentro do seu orçamento pessoal, fica mais fácil fazer esse uso. Se você parcelou uma compra, tenha consciência do quanto sua renda será comprometida no próximo mês.


7 . OSTENTE UMA VIDA SIMPLES

Fuja da sensação: “estou dentro do meu orçamento então eu posso gastar.” Nunca gaste mais do que você ganha, até mesmo se estiver dentro do que se ganha. Isso não quer dizer que você esteja gastando como deveria. Ostentar uma vida luxuosa não combina com uma boa saúde financeira. O menos é mais faz total sentido a essa altura do campeonato, você não acha?


8 . SEGURANÇA FINANCEIRA

Imaginamos que você não consiga prever o futuro, então o que te resta é se preparar. Pense a longo prazo e tenha um preparo para eventuais imprevistos e melhor ainda, para seu futuro apoio financeiro – aposentadoria.


9. FERRAMENTAS

As ferramentas são excelentes formas de ajuda para você começar a colocar em prática todo o seu aprendizado sobre controle financeiro. Especificamente, existem dois jeitos para você ministrar os seus gastos. Se você for mais analógico, que prefere por tudo na ponta do lápis, um caderninho lhe cai bem, mas segundo uma pesquisa realizada pelo IBOPE Conecta, os brasileiros conseguem colocar o país em 5º lugar no ranking como o país que mais usa smartphones.

52% dos brasileiros entrevistados afirmam que não conseguem ficar sem usar o celular por um dia. Acreditando que você esteja dentro desses 52% de pessoas totalmente imersivas no mundo digital, indicamos os apps dedicados especificamente a controle financeiro. Além de serem práticos, eles podem otimizar o seu tempo porque você não precisa pegar o caderninho e tirar um dia do seu tempo para realizar anotações de todos os seus gastos. Com app seria algo mais ou menos assim: comprou, anotou na hora.

Aproveitando essa maré de dica, não podemos deixar de te indicar o nosso appo Diin, todo trabalhado para que você tenha o máximo de envolvimento com o seu dinheiro. No Diin, além de ver o seu dinheiro crescer, você consegue controlar as suas despesas mensais pelo nosso organizador financeiro, com campos para te ajudar a dividir seus gastos por categorias e a entender melhor quanto do seu orçamento você consegue poupar. Veja como funciona nosso organizador.

organizador_cacau

E aí, gostou das nossas orientações?

Se você tiver mais dúvidas sobre esse assunto ou até mesmo outro, entre em contato com a gente pelo meajuda@diin.com.br ou pelas nossas redes sociais – Facebook e Instagram.

Ficaremos felizes em poder te ajudar

Compartilhamento (1)

Photo by Andrew Neel on Unsplash

Leia também

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão