Faça as pazes com o seu dinheiro

Faça as pazes com o seu dinheiro

Quem não quer ter segurança financeira, por menor que seja? Nesses tempos de incertezas que nosso país atravessa, esse sentimento bate mais forte.

Para muita gente, entra ano e sai ano, a incômoda sensação de fragilidade financeira permanece. Mesmo tendo uma fonte de renda fixa – seja como empreendedor, funcionário ou freelancer-, a sensação é que o dinheiro voa.

E quando um colega conta que vai dar entrada na casa própria, porque conseguiu formar uma reserva, vem a frustração. Por que tanta gente consegue fazer as coisas que deseja, ainda que a renda não seja tão alta? Boa pergunta. Você já se questionou, por exemplo, o que faz com o seu dinheiro? Por que parece que vocês vivem “brigando” e ele foge das suas mãos?

Conhecer a sua situação financeira é o primeiro passo

Quanto você ganha, de fato? De quanto precisa para pagar as despesas fixas e variáveis? Tem prestações? Dívidas? Quanto gasta em lazer, restaurante, cultura, passeios ou viagens? Já cogitou a ideia de usar uma planilha, um aplicativo ou um caderninho para registrar essas informações?

Ao anotar os movimentos do dinheiro, você passará a estabelecer outra relação com a sua vida financeira. Só tendo esse olhar amplo sobre como usa o seu dinheiro, você vai entender porque ele escorre pelo ralo e, principalmente, o que pode fazer para reverter a situação. Cortar despesas desnecessárias? Repensar hábitos não trazem tanto prazer e aumentam sensivelmente as despesas? Isso se chama planejamento.

Poupar depende de vontade (acredite em você!) 

Depois de organizar as finanças, você até poderá se surpreender ao constatar que sobraram algumas notas no final do mês. Esquecê-las na conta corrente é o que de pior você pode fazer. Cedo ou tarde, elas voarão e você nem vai se dar conta direito para onde elas foram.

Rever a relação com o dinheiro também passa pelo cuidado com que você o usa. Ou ainda, de que maneira poupa esse recurso. Para onde correr, se a situação apertar por algum imprevisto? Ninguém está imune às emergências. E, por que não, pensando de maneira positiva, toda pessoa tem o direito de realizar projetos pessoais e sonhar.

Guardar dinheiro pode ressignificar esses desejos que até aqui pareciam tão distantes. E é muito mais simples do que se imagina. Com uma pequena ajuda da tecnologia, qualquer pessoa pode guardar, inclusive você. Esse é o objetivo do Diin, um aplicativo com interface muito simples e prática, que torna real a possibilidade de ganhar dinheiro guardando de pouco em pouco (com R$1,00, um real, já pode começar), sem abrir mão do que gosta de fazer e de dá prazer

Você traça seus objetivos e a gente diz o valor que será saudável guardar, sua meta pode ser de curto, médio ou longo prazo. 

Dependerá da sua vontade, um tantinho de disciplina (crie o hábito) e acreditar que você pode, mesmo com uma mínima quantia de dinheiro. O que virá depois vale a pena.

Equipe Diin

Leia também

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão