CPF cancelado: como descobrir o que aconteceu?

CPF Cancelado: O que Aconteceu e Como Resolver?

Você está com o CPF Cancelado e não sabe o que fazer? Entenda como resolver e voltar a ter paz.

 

Ter o CPF cancelado pode ser um problema e tanto. Hoje em dia, isso não é algo tão comum, mas pode acontecer.

O Cadastro de Pessoa Física é o nosso documento mais relevante. Ele precisa estar ativo e em ordem para permitir que você possa votar, receber benefícios e muito mais.

É possível que você não tenha qualquer problema de cancelamento do seu documento. Especialmente, se suas compras, operações financeiras e cadastros estão normais.

Porém, se algo não estiver normal, é importante saber que CPF cancelado pode dar trabalho para resolver. Para isso, nosso objetivo é ajudar você a regularizar a situação.

Neste texto, você vai aprender:

  • Como consultar seu CPF;
  • Diferença entre Situação Cadastral e Situação Fiscal;
  • Como regularizar sua situação usando a Internet;
  • Diferenças entre CPF cancelado e suspenso. E como resolver cada caso.

Como consultar CPF?

O primeiro passo para saber mais sobre seu CPF (suspenso, cancelado etc.) é consultá-lo na Receita Federal.

Além disso, você também deve usar os serviços de empresas como Serasa, Boa Vista SCPC e SPC Brasil. Elas oferecem informações mais detalhadas sobre seu CPF.

Eventualmente, por meio dessas empresas, você percebe que o problema não é CPF cancelado. Mas existem restrições decorrentes de dívidas e negativações. 

Diferenças entre Situação Cadastral e Situação Fiscal

A Situação Cadastral do CPF está ligada a dados incorretos no seu cadastro ou que estejam faltando em seu registro.

Seu documento pode estar irregular ou cancelado. Outros problemas podem estar relacionados ao pagamento de impostos e taxas.

Por exemplo, quem tem uma Dívida Ativa da União fica com CPF em uma Situação Fiscal irregular.

Outro exemplo: você pode ter uma Situação Cadastral regular, mas Situação Fiscal irregular.

São duas avaliações diferentes e ambas merecem sua atenção.

Situações Cadastrais e seus detalhes

É importante saber quais são as situações cadastrais possíveis para o seu CPF.

Assim, quando você o consultar saberá melhor como se encontra seu cadastro e o que deve fazer para se regularizar.

As situações cadastrais possíveis para o CPF são:

  • Regular: seu CPF está em dia! Não há com o que se preocupar;
  • Pendente de Regularização: há algum documento obrigatório que você não entregou. Por exemplo uma Declaração de Imposto de Renda de um dos últimos 5 anos;
  • Suspensa: suas informações de cadastro estão incompletas ou incorretas;
  • Cancelada: essa situação existe quando na base de dados do governo aparecem múltiplos CPFs apontando para a mesma pessoa ou um problema de registro que sofreu alguma mudança por ordem administrativa/judicial e que por isso foi extinto;
  • Titular falecido: o portador do CPF faleceu e a informação já consta da base de dados do governo;
  • Nula: o CPF foi anulado devido a uma fraude na inscrição.

Atenção! Repare que CPF cancelado é diferente de CPF suspenso.

No CPF suspenso, você pode corrigir os dados e colocar sua inscrição em ordem sem precisar de um novo registro. Ou seja, sem ter que fazer um novo número de CPF.

Por outro lado, um CPF cancelado não volta a existir de maneira regular.

Como fazer a regularização do CPF pela Internet?

Se você possui título de eleitor pode regularizar o CPF na página da Receita Federal na internet.

Já quem não possui título de eleitor precisará comparecer a uma agência do Banco do Brasil, Caixa ou Correios.

Como o CPF acaba cancelado?

Um CPF só costuma ser cancelado por decisão judicial e/ou administrativa.

Situações assim costumam acontecer mais frequentemente com pessoas que tiveram seu número de CPF gerado há mais tempo.

Por exemplo, quando acontecia a mudança de nome por conta de casamento, um novo registro aparecia na Receita Federal.

O cancelamento ocorre em situações assim porque é crime uma mesma pessoa ter dois números de CPF. Já que o documento deve ser pessoal e intransferível.

Assim, havia a chance de gerar duplicidade e o cancelamento do CPF. Com a duplicidade, um dos números passa a ser cancelado.

Se um juiz emitir uma ordem judicial, o CPF também poderá ser cancelado.

Isso ocorre em situações bem específicas, mas além da duplicidade é a outra forma de ter um registro cancelado.

Como regularizar CPF cancelado?

Há quem perca o documento e não se lembre do número. E isso é muito mais comum do que se imagina.

Um caminho é buscar em um documento, contrato ou algo em que possa ter o CPF. Isso também ajuda para levantar essa informação.

A Receita Federal tem unidades de atendimento que podem ser usadas para ajudar você a identificar seu CPF. Lá você também consegue auxílio para recuperar os números, em último caso.

Você também pode fazer um Boletim de Ocorrência para registrar o sumiço do CPF e de outros documentos.

Neste caso, com o BO em mãos, procure a Receita Federal para regularizar sua situação o mais breve possível.

O que significa ter o CPF suspenso?

Um CPF suspenso é sinal de que seu cadastro na Receita Federal está incorreto ou tem alguma pendência.

Neste caso, fica bem complicado seguir o dia a dia normal da vida. Pois muitas instituições financeiras excluem de suas bases documentos irregulares.

Na prática, isso significa que com um CPF irregular você ficará impossibilitado de:

  • Trabalhar com carteira assinada;
  • Abrir empresa;
  • Tirar passaporte;
  • Realizar um financiamento ou empréstimo;
  • Comprar ou vender imóveis;
  • Receber benefícios (auxílio, aposentadoria etc.).

Logo, regularizar sua situação na Receita é essencial. Não demore para buscar a solução para seu problema com CPF.

Como regularizar CPF suspenso?

O primeiro passo para ajustar a situação do CPF é fazer o pedido de regularização no site da Receita Federal.

No entanto, a regularização online só será possível se você não tiver entregas pendentes de declaração de Imposto de Renda. Isso vale para os últimos 5 anos.

Assim, caso exista alguma pendência relacionada à entrega de declaração, primeiro será necessário resolver isso.

Você também pode ir pessoalmente até uma agência da Caixa, Banco do Brasil ou Correios. E solicitar a regularização por lá.

CPF irregular é o mesmo que “nome sujo”?

Não. A irregularidade do CPF é um detalhe relacionado ao seu cadastro junto à Receita Federal.

Já o “nome sujo” significa que seu nome (e CPF) está negativado em alguma empresa de proteção ao crédito. Isso acontece por causa de dívidas.

Lembre-se de que mesmo com o “nome sujo” você pode abrir sua conta gratuita na Grão. assim, você consegue guardar dinheiro mesmo ganhando pouco

No entanto, com um CPF irregular, seu cadastro poderá ser recusado ao tentar abrir aqui ou em qualquer outro lugar.

#boraguardar na Grão

A equipe Grão está sempre pronta para ajudar você a entender tudo que envolve seu nome. Seja em relação aos documentos importantes ou no seu dia a dia financeiro.

Neste texto, você aprendeu mais sobre CPF cancelado e como regularizar seu documento para evitar problemas com a Receita Federal.

Todos os dias você vai encontrar dicas, sugestões, artigos, ferramentas e muita informação de qualidade nas nossas redes sociais. Então siga-nos no Instagram, Facebook e Youtube.

Para nós, guardar dinheiro é importante e queremos que você aprenda a criar sua reserva financeira do jeito certo.

Baixe nosso App e experimente a jornada de educação financeira que preparamos para você.

Leia também

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão