Comprar ou alugar - Grão

Comprar ou Alugar: O que Vale a Pena?

Você certamente já se pegou pensando sobre o que é mais vantajoso, comprar ou alugar um imóvel.

Essa é uma decisão muito importante. Já que, imóveis geralmente são as maiores despesas que a maioria das pessoas têm na vida.

Além disso, nesse caso, não é apenas o aspecto financeiro que importa. A escolha do seu lar impacta na sua vida e de toda a sua família.

No caso de um imóvel comercial, também. Afinal, a localização e o tipo de imóvel podem ser determinantes para que você tenha sucesso nos negócios.

Mas, calma. Porque nós preparamos um material completo para te ajudar a tomar essa decisão com mais tranquilidade e segurança.

Conheça suas prioridades

O primeiro passo para tomar uma decisão sobre comprar ou alugar um imóvel é conhecer a si mesmo.

Muita gente tem o sonho de ter a casa própria, por exemplo. Dessa forma, o valor psicológico de se sentir seguro ao ter um lar que é seu pode pesar muito mais que questões financeiras.

Por outro lado, se você tem planos de mudar de cidade no futuro, pense duas vezes antes de se comprometer com um longo financiamento.

É claro que você pode vender o imóvel ou alugá-lo caso isso aconteça. Mas nunca se sabe como estará o mercado imobiliário. Ou seja, ele pode te favorecer ou te prejudicar.

Dependendo do caso, o valor de juros que você vai pagar em um financiamento, por exemplo, pode te gerar muito mais prejuízo do que ganhos com uma possível valorização do imóvel.

Comprar ou alugar - Grão
Crédito: Pixabay

Comprar ou alugar: o que é mais vantajoso?

Se você, assim como eu, gosta de tomar decisões baseadas em números e não no valor sentimental, vamos lá.

Para saber quando vale a pena comprar ou alugar, vou te ensinar algumas contas simples. Elas servem para comparar o quanto você gastará com o aluguel e o quanto você gastará com a compra do imóvel.

Assim, considerando que você compraria o imóvel à vista, é só seguir os seguintes passos:

  • Em primeiro lugar, calcule o valor do aluguel mensal dividido pelo valor do imóvel (considerando imóveis de mesmo padrão). Depois, multiplique o resultado por 100. O resultado dessa conta mostra o quanto o valor do aluguel representa em relação ao valor total do imóvel;
  • Em seguida, compare o resultado da conta com o rendimento mensal das principais opções de investimentos conservadoras. Aqueles da renda fixa, como títulos do Tesouro e CDBs;
  • Por fim, se o resultado da conta for maior ou igual ao rendimento mensal das aplicações, vale a pena comprar o imóvel;
  • Entretanto, se o resultado da conta for menor, é mais vantajoso investir o montante e usar a rentabilidade para alugar um imóvel do mesmo padrão.

Compra financiada

Agora, se você pretende financiar o apartamento ou casa, considere alguns outros fatores:

  • Simule quanto você ganharia de rentabilidade mensal investindo o dinheiro que pretende dar de entrada no imóvel;
  • Some o valor da rentabilidade mensal do dinheiro investido com o valor das prestações;
  • Compare o valor da conta acima com o valor do seu aluguel;
  • Se o valor da rentabilidade do investimento mais o valor da parcela do financiamento for maior que o seu aluguel, é melhor morar de aluguel;
  • Se o valor da rentabilidade do investimento mais o valor da parcela do financiamento for menor que o valor do seu aluguel, é melhor comprar.

Comprar ou alugar apartamento?

Um ponto importante, caso o imóvel em questão seja um apartamento, é levar em conta também o valor do condomínio.

Essa é uma taxa mensal que muitas pessoas esquecem de considerar. Mas ela pode acabar fazendo um grande rombo no seu orçamento se você não tomar cuidado.

Comprar casa ou alugar?

Na hora de decidir entre comprar ou alugar uma casa é importante considerar que esse tipo de imóvel geralmente demanda mais manutenção do que um apartamento.

Antes de comprar, confira se a casa está em boas condições ou precisará de reformas estruturais. Inclua todos esses gastos na hora de fazer os cálculos que recomendamos.

Comprar ou alugar - Grão
Crédito: Pixabay

De olho nas taxas

Não se esqueça que, ao comprar um imóvel, principalmente financiado, você terá que pagar diversas taxas. 

Elas devem ser consideradas, além do valor da parcela do financiamento e o valor de entrada.

Por isso, antes de tomar a decisão sobre comprar ou alugar, pergunte ao corretor sobre:

  • Taxas anuais e mensais;
  • Taxa de evolução de obra, caso seja na planta;
  • Tipo de financiamento, se tem parcelas crescentes, decrescentes ou fixas;
  • Pagamento da taxa do Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), caso seja na planta.

Por que é melhor alugar?

Se você não tem dinheiro para comprar o seu imóvel à vista, alugar pode ser uma boa medida temporária. 

Afinal, você pode investir o dinheiro durante esse tempo e comprar à vista em alguns anos. Dependendo do caso, isso pode ser mais vantajoso do que ficar pagando os juros de um financiamento.

É legal levar em conta também a mobilidade que o aluguel oferece. Caso você seja transferido de cidade a trabalho, por exemplo, pode se mudar facilmente. 

Essa facilidade para se mudar é boa também caso você encontre um imóvel maior e mais bem localizado com uma boa oferta no futuro. Você não terá um compromisso tão grande quanto ao comprar uma casa ou apartamento a prazo.

Outro ponto positivo é que você pode encontrar imóveis já mobiliados e economizar com isso. Alguns locatários também assumem certas manutenções que podem ser bastantes custosas.

Além disso, ao comprar um imóvel, caso você decida vendê-lo em um momento em que o mercado não está favorável, você pode ter que vender por um valor menor do que o que ele realmente vale.

Ou seja, talvez seja mais vantajoso investir esse mesmo dinheiro em uma aplicação financeira que garanta maior segurança de retorno.

Quando é melhor comprar?

Se você encontrou o imóvel ideal para você, com uma boa localização e um preço justo ou barato, comprar pode ser uma boa opção. 

Principalmente se você tiver dinheiro para fazer isso à vista. Afinal, assim você foge dos juros do financiamento e ainda é possível conseguir descontos. 

Muitos empreendimentos colocam um valor mais baixo para os imóveis porque já contam com o fato de que a maioria das pessoas irá financiar. Nessa, você sai ganhando ao pagar à vista.

Outro ponto a se destacar é que o momento atual do país, de taxa de juros baixa, beneficia os financiamentos. É mais barato pagar um imóvel via financiamento hoje do que era há anos atrás. 

Não à toa, em muitos casos, sai mais barato pagar as parcelas do financiamento do que o aluguel. Principalmente em cidades onde o preço do aluguel é alto.

Outra opção a se considerar é investir em um apartamento na planta. Geralmente eles custam mais barato e ganham em valorização assim que prontos.

Imóveis comerciais

Se você está buscando por salas comerciais, uma loja ou até mesmo um prédio para colocar a sua empresa, é mais importante ainda analisar essa decisão com base em números.

Se faça algumas perguntas:

  • Meu negócio já está consolidado? Caso você esteja começando, talvez seja melhor fazer um teste no aluguel para ver se a sua empresa tem um futuro sólido antes de comprar um imóvel;
  • Tenho certeza de que essa localização é boa para o meu negócio? Pode ser que a loja esteja em uma rua super movimentada, mas se as pessoas que passam por ali frequentemente não estão procurando pelo produto que você oferece, não vai adiantar;
  • Caso um dia a minha empresa precise mudar de lugar ou venha à falência, esse é um imóvel fácil de vender ou alugar? Isso garante que você não acabe com um “elefante branco” que apenas te dá mais despesas.

Por fim, considere as mesmas contas que mencionei lá em cima para saber se, matematicamente, esse é um bom negócio.

Comprar ou alugar - Grão
Crédito: Pexels

Conclusão

Como você pode perceber, diversas questões influenciam a tomada de decisão sobre comprar ou alugar um imóvel.

Por isso, é importante que você tenha calma na hora de fazer essa escolha. Reflita sobre o assunto e se questione o que é essencial para você.

Não deixe também de conversar com a sua família, ou quem for morar com você. Se a compra envolver mais de uma pessoa, é importante que todos estejam de acordo e saibam muito bem as suas partes.

Depois, é a hora de colocar tudo na ponta do lápis. Anote todos os gastos que você terá em cada uma das opções. Compare, cheque informações e busque pelos melhores preços do mercado.

Caso você ainda tenha dúvidas, é possível utilizar um simulador. Ou então contratar um profissional especializado nesse tipo de conta para te ajudar.

Além disso, busque por um bom corretor de imóveis. Ele pode te ajudar a encontrar a casa ou o apartamento ideais para você e a sua família viverem. Seja comprando ou pagando aluguel.

E se você quer melhorar suas finanças, conte com a Grão. Todos os dias trazemos dicas financeiras nas nossas redes sociais: Instagram, Facebook e YouTube.

Por fim, baixe grátis o aplicativo Grão e comece agora a juntar dinheiro! O app é gratuito e está disponível nas principais lojas de aplicativos Google Play ou App Store.

Leia também

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão