Vídeo especial: Do Endividamento ao Investimento Acesse aqui

Cartão de crédito: verdades que você precisa conhecer

#graoexplica por Equipe Grão - 5 de Julho de 2020 - tempo estimado de leitura:

O cartão de crédito é sempre apontado por muitos brasileiros como a causa de seus problemas financeiros e sua principal fonte de endividamento. Por quê, mesmo assim, muitos seguem usando o dinheiro de plástico de forma atribulada e sem controle? Vamos falar sobre isso?

Se lidar com o cartão de crédito é um desafio para você, calma, você não está sozinho. Ele é apontado como a principal fonte de endividamento de praticamente 80% dos brasileiros, segundo pesquisa da CNC. Se você ainda não sabe bem como funciona o cartão de crédito, você também não está sozinho. E no texto de hoje você vai aprender e entender tudo.

BAIXE AQUI SUA PLANILHA FINANCEIRA

O cartão de crédito no Brasil

Quantos cartões de crédito e débito você acha que o Brasil possui? Arrisque um número. Uma ajuda para a sua estimativa: O México tem 167 milhões de cartões de crédito e débito em circulação; a Argentina tem 110 milhões; o Chile tem 40 milhões. E o Brasil? Já consegue pensar em um número?

Mais. Muito mais do que você pensou. No Brasil, temos mais de 513 milhões de cartões de crédito e débito em circulação. Para se ter uma ideia, temos três vezes mais cartões em circulação que o Reino Unido. Os dados são de uma pesquisa feita pela Minsait e foram divulgados pela Revista Varejo.

Do total de 513 milhões, cerca de 200 milhões são cartões de crédito. Metade deste valor se refere a cartões de créditos ativos, portanto algo em torno de 100 milhões de cartões de crédito aptos a realizar compras. Dos 300 milhões de cartões de débito, 150 milhões são ativos. Estes são dados do Banco Central (BC).

Dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontam para mais de 50 milhões de brasileiros usando cartões de crédito, isso em 2015. O número deve ser de mais de 60 milhões hoje. Se considerarmos o número de cartões ativos, de 100 milhões, temos em média dois cartões por brasileiro que usa cartão de crédito. Uma pesquisa realizada por eles mostra ainda mais coisas, acompanhe abaixo.

Leia também: FGTS 2020: Tudo sobre o saque emergencial

O que é um cartão de crédito, afinal?

Muitas crianças têm uma visão ingênua e divertida do cartão de crédito, como sendo realmente uma espécie de dinheiro mágico. Não tem dinheiro na carteira, sem problemas, basta passar o cartão de crédito e está tudo resolvido.

O problema é que muitos adultos também pensam assim, justamente porque não sabem o que de fato é um cartão de crédito e como ele funciona. Quando você tem um cartão e o utiliza para fazer uma compra, você está na verdade fazendo um empréstimo, que deverá ser pago.

Quando você tem o dinheiro na carteira ou usa o cartão de débito, o valor da compra já sai do seu bolso imediatamente. Quando você compra no cartão de crédito, você toma emprestado aquela quantia da compra, o lojista recebe e você fica com a dívida para pagar na data de vencimento da sua fatura (ou depois).

A diferença para um empréstimo convencional é que o cartão de crédito tem uma característica cíclica, ou seja, você usa todo mês e o balanço de quanto você deve e precisa pagar é fechado uma vez a cada 30 dias. Se você paga a fatura em dia, tudo certo, mas se não paga, a coisa toda pode virar uma bola de neve de dívidas.

Todo usuário de cartão de crédito tem um limite de crédito para ser usado através do dinheiro de plástico, mas muita gente nem sabe qual é esse valor. O valor de suas compras vai sendo sempre somado e precisa ficar dentro deste limite, que em tese deveria ser um valor compatível com sua realidade financeira (na prática, não é).

Um exemplo simples: se o seu cartão tem um limite de R$ 1.500,00 e você fez uma compra de R$ 500,00, você tem uma fatura aberta de R$ 500,00 e um limite de R$ 1.000,00 até que esta fatura seja paga. Quando os R$ 500,00 forem pagos, o limite volta a ser de R$ 1.500,00.

O parcelamento das compras através do cartão de crédito é uma realidade apenas no Brasil e não está presente em outras economias semelhantes e/ou mais desenvolvidas. A opção de parcelar facilita a compra, mas torna o controle financeiro muito mais difícil para quem não tem o hábito de lidar com o orçamento.

Nova call to action

Você sabe usar o cartão de crédito?

Você usa o cartão de crédito uma vez por mês, com certeza. E deve parcelar sua compra. Praticamente a metade dos brasileiros costuma fazer compras parceladas no cartão de crédito pelo menos uma vez por mês. As principais compras parceladas são de itens de supermercado, alimentos, remédios, roupas, calçados e eletrodomésticos.

E o limite do cartão de crédito?

Seja sincero: você sabe qual é o limite do seu cartão? É bom saber. Em média, mais de um terço dos brasileiros não faz ideia de qual o seu limite financeiro no cartão de crédito e, mesmo assim, faz compras constantemente, a maioria delas com parcelamento.

E os juros do cartão de crédito?

Quando você não paga a fatura integral do cartão de crédito, na prática você financia o saldo devedor e cria outra dívida, que tem uma taxa de juros desconhecida de praticamente todo brasileiro que tem cartão. A pesquisa do SPC mostra que 96% dos brasileiros desconhecem essa taxa.

Dicas para usar o cartão de crédito

1. Evite parcelar em muitas vezes.

A compra parcelada torna o controle financeiro mais difícil e complexo, pois você terá que provisionar o dinheiro dos meses seguintes e ficar com ele em mente antes de realizar novas compras. Melhor pensar de outra forma: tem dinheiro, compra; não tem, não compra. Prefira o cartão de débito ou a compra em parcela única.

2. Tenha no máximo dois cartões

Outra confusão comum acontece quando você tem muitos cartões e acaba se perdendo em relação às datas de fechamento e vencimento da fatura. Na prática, você acaba comprando com o cartão errado e seu fluxo de caixa fica prejudicado, pois pode acontecer de você não ter dinheiro para o pagamento integral da fatura no vencimento.

3. Pague a fatura em dia

Hoje, cerca de um terço dos brasileiros faz o pagamento mínimo da fatura do cartão de crédito, entrando em uma dívida com o banco enquanto continua a usar o cartão. Esse é um comportamento perigoso e que tem potencial para arruinar as finanças. O oposto disso é sempre pagar a fatura do cartão em dia, integralmente.

Cuidado com o cartão e #boraguardar na Grão!

A equipe da Grão está ao seu lado para explicar em detalhes tudo sobre seu bolso e como algumas ferramentas devem ser usadas. O cartão de crédito sozinho não é um vilão, mas pode se tornar uma grande dor de cabeça se não usado corretamente. Agora você já sabe disso!

Todos os dias você vai encontrar dicas, sugestões, artigos, ferramentas e muita informação de qualidade em todos os nossos canais de mídia e redes sociais, então siga-nos no Instagram, Facebook e Youtube.

Sempre preferimos que você use o cartão de débito e controle bem como gasta seu dinheiro, assim você também pode guardar e alcançar seu objetivo sem tantos sustos no caminho. Baixe nosso App e experimente a jornada de educação financeira que preparamos para você. Vem pra Grão!

Comentários:

Vídeos

Como começar a sua reserva de emergência mesmo na pandemia?

Como começar a sua reserva de emergência mesmo na pandemia?

Como devo usar minha reserva de emergência?

Como devo usar minha reserva de emergência?

Assista mais vídeos no nosso canal  

Comece a poupar com a Grão

Guia rápido: Como cortar gastos e organizar as contas agora
Nova call to action
DESAFIO CONTROLE DE GASTOS