Websérie: Aprenda a organizar a sua vida financeira em 7 dias. Acesse aqui

Auxílio emergencial: Governo promete mais parcelas, veja o que fazer

#auxilioemergencial por Equipe Grão - 30 de Junho de 2020 - tempo estimado de leitura:

O auxílio emergencial do governo federal se tornou a principal renda de milhões de brasileiros durante a pandemia.

O distanciamento social fez com que as pessoas ficassem em casa, como forma de combate a disseminação do coronavírus. As pessoas em acabaram vendo desabar a renda.

Diversos países no mundo criaram programas sociais criando uma renda mínima para as pessoas, no Brasil não foi diferente.

O auxílio emergencial do governo nasceu com a promessa de pagar 3 parcelas de R$ 600, podendo chegar até R$ 1.200 para mulheres chefes de família.

BAIXE AQUI SUA PLANILHA FINANCEIRA

Auxílio emergencial: governo prorroga mais duas parcelas de R$ 600

O governo confirmou nesta terça-feira a prorrogação do auxílio emergencial. Serão liberados mais R$ 1.200 nos próximos dois meses, duas parcelas de R$ 600.

Quem já teve o cadastro aprovado pelo governo estará automaticamente apto a receber a quarta e a quinta parcela.

O governo ainda não divulgou como será o pagamento das duas parcelas extras. Existe a possibilidade de os R$ 1.200 serem divididos em diferentes lotes (mais de um pagamento mensal) ao longo dos próximos dois meses, mas isso ainda está sendo estudado.

Leia também: Como criar renda extra? Coragem, criatividade e Internet

Auxílio emergencial: Quem tem direito de receber?

Para solicitar o benefício é necessário entrar no site criado especialmente pela caixa ( Clique e faça seu cadastro ) e preencher o cadastro.

Um aplicativo de celular também está disponível para download para celulares Apple (clique para baixar o aplicativo) e para aparelhos com Android (clique para baixar o aplicativo).

Uma das principais dúvidas é entender quem tem direito ao auxílio emergencial de R$ 600.

Poderão receber o auxílio emergencial trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e intermitentes sem emprego fixo, que não estejam recebendo benefício previdenciário ou seguro-desemprego

São três grupos principais com direito:

  • Beneficiários do Bolsa Família
  • Autônomos e informais que estão no CadÚnico
  • Autônomos e informais que não estão no CadÚnico

Leia também: Revelado: o segredo infalível para conseguir guardar dinheiro

Auxílio emergência: Veja como consultar o CadÚnico

Para ter acesso ao cadastro único cesse o portal: CadÚnico  (Clique e acesse)

Ao acessar o portal do CadÚnico será  necessário informar:

  • Nome completo
  • Data de nascimento
  • Nome da mãe
  • Cidade de residência

Leia mais: Autônomo e freelancer: vale a pena separar a conta pessoal da empresa

Renda máxima para ter o direito

Até R$ 522,50 por pessoa na família ou até R$ 3.135 por grupo familiar

Em 2018, renda tributável de até R$ 28.559,70

Simulador Financeiro Grão

Auxílio emergencial e a educação financeira

Todos sabemos o como esse momento está sendo complicado para as pessoas que dependem do auxílio emergencial.

Muitas pessoas fizeram o cadastro e ainda não receberam as primeiras parcelas do benefício, não são raros os casos de pessoas que receberam sem ter direito criando um ambiente de desconfiança na população.

Ainda assim é inegável que o auxílio é importante e a extensão do programa ajudará muitas famílias que agora dependem deste dinheiro para os pagamentos do mês.

Quando falamos de dinheiro, principalmente no contexto atual, é fundamental obedecermos algumas regras importantes:

  • Planejar os gastos: Algumas pessoas conseguiram manter uma parte da renda e conseguiram receber o auxílio emergencial. Mais dinheiro não pode (nem deve) significar mais gastos. Aproveite esse valor a mais para guardar.
  • Reserva de emergências: o fato de manter o controle financeiro e o planejamento como uma estratégia é indispensável para olhar o futuro. Está claro que o mundo pode passar por outros períodos de emergência e é fundamental ter uma reserva mínima para superar as dificuldades. Lembre-se algum dinheiro, mesmo que pouco é muito melhor do que nada. Comece agora sua reserva.
  • Negociar despesas e focar no essencial: Uma questão chamou a atenção nesse período de pandemia. As pessoas perceberam como é importante uma boa negociação. Muitos conseguiram descontos no aluguel, nas escolas e vários tipos de serviço. Também ficou claro que existe gordura para cortar de despesas que muitas vezes não eram nem percebidas.
  • Crédito não é complemento de renda: Algumas pessoas ainda continuam utilizando o cartão de crédito ou cheque especial como complemento de renda ou reserva, isso precisa mudar urgentemente. Crédito é dinheiro dos outros e você pode pagar caro por isso. Escolha sempre fazer a lição de casa, adequando o padrão de vida e gastando aquilo que sua renda permite.

Leia mais: Conta de luz mais barata: bandeira verde valerá até dezembro

Material exclusivo que a Grão criou para as pessoas que recebem o auxílio emergencial

Já está claro os desafios que existem para quem recebe o auxílio emergencial e principalmente para aqueles que tem o direito de receber e ainda não conseguiram.

Aqui na  Grão percebemos o quanto é importante esse momento na vida das pessoas e ao longo dos últimos meses tem criado material extremamente relevante.

Primeiro criamos uma página especial mostrando dicas de educação financeira para quem recebe o auxílio (Clique e veja).

A ideia é mostrar ás pessoas o quanto nesse momento a orientação que a educação financeira oferece é fundamental.

Queremos que quem recebe o auxílio emergencial traga o dinheiro para Grão, pois aqui o dinheiro renderá mais do que na caderneta de poupança da Caixa, como mais segurança e um atendimento diferenciado.

Quem também tem o dinheiro guardado na Grão, pode usá-lo a qualquer momento para fazer pagamentos de contas (boletos e recargas) tudo de forma rápida e segura.

Clique e Veja: Página especial com dicas para quem recebe o auxílio emergencial

Educação financeira para quem recebe o auxílio emergencial

A educação financeira é um ponto fundamental aqui na Grão. Temos convicção que ela pode mudar a vida das pessoas para muito melhor.

Investimos todos os dias esforço de nossa equipe para criar materiais transformadores sempre com uma linguagem simples e direta.

Recentemente lançamos uma websérie incrível que vai ajudar à todos mas principalmente quem recebe o auxílio emergencial do governo.

Você pode assistir a websérie gratuitamente, você vai receber o material por e-mail (clique e assine para receber)

A websérie é composta por 7 vídeos curtinhos que vão direto ao ponto, veja a programação:

Episódio 1:  Como começar a guardar com apenas R$ 1

Episódio 2:  A importância da Reserva Financeira

Episódio 3: O segredo para não ter mais dívidas

Episódio 4: Como fazer seu talento gerar renda extra

Episódio 5: Não desista dos seus objetivos, isso vai passar!

Episódio 6: Os 3 principais erros que as pessoas cometem nas finanças pessoais

Episódio 7: Dicas que vão virar o jogo!

Nova call to action

Auxílio emergencial: Conte com a Grão sempre! De Grão em Grão você vai chegar lá

Agora você já sabe, traga o seu dinheiro do auxílio emergencial para a Grão!

O auxílio emergencial é importante e aqui na Grão ele estará seguro e rendendo mais, ao mesmo tempo, você terá a disposição um time de especialistas que vai te ajudar a cuidar da sua vida financeira.

Mais do que valores altos o fundamental é criar o hábito de guardar, mesmo que você comece com pouco.

Dê o primeiro passo agora!

Bora guardar com a Grão.

Imagem: Djalma Vassão/FotosPublicas

Comentários:

Vídeos

Como começar a sua reserva de emergência mesmo na pandemia?

Como começar a sua reserva de emergência mesmo na pandemia?

Como devo usar minha reserva de emergência?

Como devo usar minha reserva de emergência?

Comece a poupar com a Grão

Guia rápido: Como cortar gastos e organizar as contas agora
Nova call to action
DESAFIO CONTROLE DE GASTOS