7 Dicas para comprar a moto certa

7 Dicas para comprar a moto certa

Escolher a moto certa é um desafio importante para quem decidiu realizar esse objetivo. Existem alguns aspectos importantes que, por conta da emoção, ficam esquecidos ou são deixados para trás.

Sob o ponto de vista técnico, existem pontos fundamentais que precisam ser muito bem avaliados, começando por definições básicas como biotipo até itens mais corriqueiros, como marca e tipo da moto.

Para ajudar nesse processo de compra da moto, decidimos criar um material que aborda os aspectos técnicos e também algumas importantes questões financeiras.

              {{cta(‘a6eef8c1-4838-4280-be7d-cc67efbb4e21′,’justifycenter’)}}

O interesse do brasileiro pelas motos

O interesse das pessoas por motos está crescendo cada vez mais. A facilidade, o custo mais baixo e a oportunidade de sofrer menos com o trânsito são elementos fundamentais hoje em dia.

Esse interesse é refletido no número de motocicletas, que já é maior que o de carros em 45% das cidades, segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) sobre a frota de veículos no Brasil.

De acordo com a pesquisa realizada em 2018, havia em abril daquele ano mais motos do que carros circulando em 2.487 do total de 5.568 municípios brasileiros.

Em todo o país, foram contabilizadas 26,4 milhões de motos, uma frota 3,44% maior do que a registrada em abril do ano passado. A proporção é de uma moto para 7,86 habitantes.

A região que lidera essa proporção é o Nordeste, onde a frota de motos chega a 7,49 milhões contra 6,67 milhões de carros. No Norte, são 2,49 milhões de motos contra 1,67 milhão de automóveis.

7 dicas para comprar a moto

Os números de 2018 mostram uma fotografia que possivelmente já mudou, visto que muitos brasileiros aderiram às motos para atividades de trabalho através de aplicativos de entrega de comida, apenas para ficar em um exemplo recente.

Quem busca comprar uma moto pela primeira vez, precisa redobrar o cuidado para que não seja surpreendido, afinal comprar um bem é sempre um desafio que requer um bom planejamento. E quando o aspecto emocional tem um alto peso, a razão acaba ficando em segundo plano.

Para ajudar, separamos 7 dicas importantes para quem está buscando a moto certa. Acompanhe:

Dica 1: Atenção ao local onde usará a moto

As cidades no Brasil possuem características individuais gritantes. Existem cidades grandes, com avenidas enormes e muitas cidades menores com ainda hoje forte espaço rural.

Pode parecer óbvio, mas esse é um detalhe fundamental e que faz muita diferença na escolha da moto certa.

Na hora da compra, o ideal é realmente levar em conta sua localização e os impactos que isso trará durante a utilização da moto.

Dica 2: Seu perfil como motorista

Se é grande o número de pessoas que buscam a moto como uma ferramenta de trabalho, também é verdade que a quantidade de pessoas que usam as motos para momentos de lazer aumenta cada vez mais.

Anualmente, em Brasília, é realizado o maior evento de motos da América Latina, o Capital Moto Week, quando motoqueiros de todo mundo chegam à Capital Federal para celebrar e acompanhar os lançamentos da indústria. Participar desses eventos é uma boa pedida para mergulhar no espírito de quem ama e vive o universo de motos.

Alguém que utiliza a moto apenas como hobby ou passeio possui necessidades e características diferentes de quem a utiliza para o trabalho.

Dica 3: Entenda bem a finalidade da moto

A escolha pela moto ideal passa por questões importantes que começamos a tratar já desde o começo desse texto. Uma das mais relevantes é entender a finalidade da moto. Uma moto para passeio precisa ter características diferentes de uma moto usada diariamente para a locomoção ao trabalho.

Ao ficar claro a finalidade da moto, ficará muito mais fácil definir o melhor modelo da moto. Esse é um ponto essencial que precisa ser entendido na hora da compra da moto.

Dica 4: Fique atento aos gastos com combustível

As pessoas costumam buscar a moto como uma opção importante para reduzir os gastos com combustível. Ainda assim, existem motos que consomem mais ou menos combustível, e isso deve ter um peso grande na hora da sua escolha, principalmente se a moto for usada para o trabalho.

Lembre-se que os aspectos técnicos são importantes e não podem ser esquecidos na hora de comprar a moto, por isso fique atento ao modelo que escolher para não ser surpreendido com os gastos com combustível.

Dica 5: A Durabilidade da moto não pode ser esquecida

A compra da moto certa requer um cuidado adicional, afinal a moto será sua companheira durante horas, dias, meses e anos – e questões como durabilidade e segurança precisam ser valorizadas.

Sabe aquele velho ditado muito utilizado que diz “que o barato pode sair caro”? Pois é! Opte sempre por marcas que sejam bem avaliadas nos quesitos durabilidade e segurança. Lembre-se que você está colocando sua vida em risco e que os gastos de manutenção de motos mais “sensíveis” podem ser altos.

Dica 6: Peça para fazer o test drive

Por mais experiente que você possa ser, não tenha receio de pedir para fazer o famoso “test drive”. Cada modelo de moto pode apresentar diferenças consideráveis como tamanho, potência, etc. Atenção!

Dica 7: Moto nova ou usada? Qual faz mais sentido?

A dica 7 é importante porque é sinônimo de uma reflexão importante. Você vai comprar uma moto nova ou usada?

É claro que uma moto usada terá o valor mais em conta, mas é fundamental fazer uma boa avaliação da motoca para não fazer um mal negócio. Em alguns casos, a confiabilidade de uma moto nova e sua garantia podem fazer sentido, certo?

Oportunidade: Na Grão sua rentabilidade é de 106% da caderneta de Poupança. Clique e abra sua conta grátis agora!

As questões financeiras não podem ser esquecidas

O planejamento financeiro é sempre importante e deveria fazer parte da vida das pessoas como um todo, não apenas em momentos específicos.

Comprar uma moto requer um exercício importante para tomar uma decisão onde os aspectos práticos sejam muito bem considerados.

Muita gente acaba esquecendo que comprar uma moto traz uma série de gastos que precisam ser muito bem contabilizados: combustível, estacionamento, revisão, manutenção, impostos, multas, etc.

O ideal será sempre juntar uma boa entrada para financiar ou guardar ainda um pouco mais para comprar a moto à vista.

A Grão ajuda você a comprar sua moto

Não existe sensação melhor do que comprar algo que queremos muito. Isso se chama realizar um sonho!

Se o seu sonho é compra uma moto, que tal começar a realizar esse sonho de forma inteligente? A Grão, primeira fintech brasileira de microinvestimentos, foi criada para facilitar a vida das pessoas que querem guardar dinheiro para, dentre muitas coisas, comprar uma moto.

Você pode abrir sua conta gratuitamente pelo aplicativo, sem burocracia e começar a juntar em poucos passos.

Depois é só começar guardar de maneira fácil e prática. Seu dinheiro ficará seguro e com rentabilidade melhor que a oferecida pela caderneta de poupança! Não deixe escapar seu sonho de comprar a moto. Bora?

Leia também

1 comentário

  • Responder

    […] isso, basta usar sua própria moto ou carro (ou alugar, se for o caso) e cadastrar-se em aplicativos. Alguns […]

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão