5 Dicas para sair das dívidas de forma definitiva

5 Dicas para sair das dívidas de forma definitiva

É hora de sair das dívidas de forma definitiva com as dicas que oferecemos neste material. Sim, elas funcionam e você vai conseguir!

Endividamento não combina com tranquilidade. É hora de sair das dívidas de forma definitiva.

Se você não tem paz, não consegue pensar direito no seu sonho, não é mesmo?

Pois bem, se você está assim, fique por aqui porque neste texto vamos oferecer cinco dias para você sair das dívidas de forma definitiva.

Não pense que você é a única pessoa nesta situação. Infelizmente, no Brasil as dívidas são um problema generalizado.

Felizmente, no entanto, existem pessoas como você que querem virar o jogo e aprender a guardar dinheiro para, assim, alcançar objetivos maiores.

Agora, sua missão é transformar o desejo de sair das dívidas em um objetivo. Isso é importante para criar em você o compromisso necessário com a mudança, que será gradual e parte de um exercício de muita paciência e persistência. Você está pronto? Vamos nessa!

5 dicas para sair das dívidas de forma definitiva

O principal ingrediente para sair das dívidas de forma definitiva é a atitude. Assumir a responsabilidade é o “passo zero”, aquele que precede toda e qualquer tentativa de resolver o problema. Depois dele, veja o que mais você deve fazer:

1 –  Conte a verdade para a família

Seria muito bom viver o “Conto de Fadas” de uma vida sem responsabilidade, com dinheiro suficiente para tudo e sem a preocupação com as dívidas. Há quem viva deste jeito, mas com as finanças completamente bagunçadas. Um perigo.

Depois de assumir a responsabilidade e aceitar que a situação se agravou porque você permitiu que isso acontecesse, é hora de contar a verdade para a família. Não vai ser uma conversa agradável, mas sem ela tudo vai ficar ainda mais difícil.

Quando você se abre e conta a verdade, você se expõe e mostra que também é humano e erra. E errar faz parte. O problema é se queremos ou não corrigir o curso das coisas e aprender com nossos deslizes. Sente ao lado da família e abra o coração.

2 – Liste todas as suas dívidas de forma detalhada

Quais são as suas dívidas atuais, quanto você deve e para quem? Para sair das dívidas de forma definitiva, você tem que saber exatamente (e em detalhes) tudo aquilo que precisa resolver em termos de pendências financeiras.

Deixe a preguiça de lado, pegue um papel e lápis e registre tudo que você tem em aberto. Coloque o saldo devedor (valor que ainda falta pagar), a quantidade de parcelas não pagas, o valor das parcelas e os juros cobrados (procure pelo Custo Efetivo Total ou CET nos documentos).

Se você deve para algum amigo ou parente e não tem um registro formal disso, liste também qual é o valor e como eventualmente poderia pagar – será que ele pode esperar mais? Dá para parcelar?

Você pode usar os serviços de proteção ao crédito, por exemplo, para levantar mais informações sobre dívidas e como fazer acordos – veja por exemplo o feirão Serasa Limpa Nome.

3 – Comece imediatamente seu controle financeiro

A partir do momento em que você assumiu as rédeas de sua vida financeira, você firmou um compromisso com o seu presente e futuro (o passado vamos resolver a partir de hoje). Isso significa que você precisa começar a fazer seu controle financeiro imediatamente.

Por controle financeiro entenda a importância de registrar tudo que você ganha e gasta. Sua receita sempre líquida, ou seja, o que de fato cai na sua conta, e seus gastos de maneira organizada. Se você quiser ajuda para começar, baixe nossa planilha gratuita de controle financeiro.

4 – Pare de comprar parcelado e usando dinheiro emprestado

A principal lição para sair das dívidas de forma definitiva é evitá-las a qualquer custo a partir do momento em que você faz do dinheiro uma prioridade, e do controle financeiro um aliado no seu dia a dia.

Assim, é fundamental “dar um tempo” para o cartão de crédito, comprando mais à vista e com desconto; além disso, evite a compra parcelada e novos empréstimos e financiamentos – estes só valem se forem usados para trocar uma dívida mais cara por outra mais barata.

5 – Olhe em volta e já pense no que você pode vender

Quem quer sair das dívidas de forma definitiva precisa abrir mão de consumo imediato para criar o sossego ali na frente, o que é bastante óbvio, mas nem sempre tão simples de colocar em prática. Vamos começar de outro jeito: desapegando!

Se você tem alguma coisa por aí que não usa mais, coloque pra vender e levante uma grana extra. Outras coisas que você pode ficar sem, de forma temporária, também podem render um dinheiro importante para lidar com suas dívidas. Bora lá vender o que você não precisa e priorizar o que é mais relevante!

Xô dívidas! #boraguardar na Grão

A equipe da Grão está ao seu lado para oferecer caminhos e conhecimento capazes de contribuir com a sua jornada de educação financeira. Você deve enfrentar o endividamento com atitude para não correr o risco de perder mais dinheiro.

Todos os dias você vai encontrar dicas, sugestões, artigos, ferramentas e muita informação de qualidade em todos os nossos canais de mídia e redes sociais, então siga-nos no Instagram, Facebook e Youtube.

Dívidas podem ser muito perigosas para o dia a dia porque afastam você dos seus sonhos.

Aproveite as dicas oferecidas neste texto, coloque sua vida financeira em ordem e comece o quanto antes a guardar dinheiro para formar uma reserva.

Baixe nosso App e experimente a jornada de educação financeira que preparamos para você. Vem pra Grão!

Leia também

2 comentários

  • Responder

    […] você estiver com o nome sujo, deixar ele limpo já é um ótimo […]

  • Responder

    […] Leia também: 5 Dicas para sair das dívidas de forma definitiva […]

Deixe seu comentário

Comece a poupar com a Grão