Ao longo das últimas semanas o mercado financeiro experimentou grande volatilidade... Comece o desafio!

5 dicas fundamentais para começar o ano com mais grana

#comeceapoupar por Equipe Grão - 18 de Dezembro de 2019 - tempo estimado de leitura:

Ano novo, vida nova! Essa é a expectativa de muita gente que enxerga em janeiro a oportunidade que faltava para zerar algumas questões e recomeçar.

Se a vontade é algo importante, é fundamental colocar esse sentimento em prática. Para facilitar sua vida, separamos 5 dicas para começar o ano com mais grana.

Talvez nem todas as dicas façam sentido para você, mas sempre é bom lembrar que algumas questões óbvias possuem um grande efeito prático. Vamos lá:

Dica 1: Gaste menos do que ganha

Essa dica nada mais é do que o mandamento central das finanças pessoais. Gastar menos do que ganha é uma escolha que tem relação direta com o estilo de vida que você deseja criar e manter com o apoio da educação financeira.

Se quer realizar seus sonhos de forma sustentável, este talvez seja o único jeito certo para isso. Pode demorar, mas funciona! Em um momento de incertezas, não é bom exagerar em nada.

Gastar seu dinheiro com besteiras e ultrapassar seu limite de receitas só tornará as coisas mais complicadas – lembre-se que os juros são elevados por aqui e usar dinheiro emprestado é sinônimo de dever mais.

O recado é claro: viva de acordo com suas possibilidades. Simples assim. Não pense que isso é um demérito ou motivo de piada, pelo contrário, é razão de orgulho, respeito e inteligência financeira. Cuidar com diligência do tão suado dinheiro é a atitude mais óbvia e menos praticada hoje em dia. Faça sua parte!

Dica 2: A reserva de emergência é fundamental

A reserva de emergência é um dos pontos mais citados quando o assunto é dinheiro. Infelizmente, pouca gente consegue construir a reserva e acaba pagando caro por isso.

A reserva para emergências é a garantia da manutenção do padrão de vida diante de um momento delicado. Você pode perder o trabalho, já pensou nisso? O que dizer de um problema grave de saúde que necessite, inclusive, de recursos financeiros?

Eventos inesperados ocorrem a todo instante, mas podem ser mitigados com planejamento. Uma reserva bem feita pressupõe que você poupe e guarde o equivalente a pelo menos seis meses de renda líquida familiar.

Parece muito? Aos poucos, com disciplina, foco e com a nossa ajuda, você vai conseguir juntar este montante. Comece agora mesmo!

Dica 3: Fuja do cheque especial e do rotativo do cartão de crédito

Tudo que é fácil costuma custar caro. A comodidade tem seu preço e vivemos no país que possui uma das mais altas taxas de juros do mundo. Ou seja: usar o cheque especial e/ou o rotativo do cartão de crédito significa assumir uma dívida com juros que em alguns casos passam de 300% ao ano. Insano!

Recentemente, o Banco Central promoveu algumas alterações nas regras do cheque especial. No canal do Youtube do Dinheirama, eles prepararam um vídeo que aborda esse tema de uma forma bem didática (clique para assistir).

Lembre-se que ainda estamos vivendo tempos de crise. Assim, encare seu saldo no banco de maneira séria e fiel, não contando com o limite do cheque especial como parte disponível para gastos – este valor deve ser encarado como um colchão para emergências que precisa ser usado em casos especiais e pago rapidamente.

Também é saudável diminuir o número de cartões de crédito na carteira. Dois cartões são mais do que suficientes para organizar os pagamentos (um vencendo no dia 15 e outro no dia 30). Mais do que isso e você estará criando o terreno ideal para o descontrole financeiro.

Dica 4:  Prefira o pagamento à vista

Sabe aquele óbvio pensamento popular muito antigo que diz: “Tem dinheiro, compra! Não tem, não compra”? É melhor que sempre seja assim. Negocie maiores descontos sempre que for comprar algo e faça questão de preparar-se antes, juntando dinheiro e pesquisando melhor as alternativas, lojas e preços disponíveis.

Dessa forma você garante que seu limite financeiro será respeitado e que as compras que abusam do crédito serão deixadas para outra hora – quando você tiver o dinheiro para fazê-las pagando à vista.

Lembre-se que uma boa compra pressupõe um preço justo aos olhos de quem compra, portanto o poder de negociação e barganha está sempre do lado de quem tem dinheiro.

Dica 5:  Proteja suas receitas e busque alternativas de renda extra

Por fim, é fundamental valorizar sua profissão, trabalho e sua fonte atual de renda. Muitas empresas ameaçam demitir como parte de seus planos de adequação ao cenário econômico desfavorável (o setor industrial já começou, por exemplo) e, neste sentido, apenas os melhores e mais dedicados profissionais terão espaço.

Buscar fontes alternativas de renda também é uma decisão interessante em período tão desafiador como os atuais. Coloque aquele talento até então mantido apenas entre amigos e familiares para funcionar, mas de modo simples e barato até testar o mercado e seu potencial.

Seu tempo livre pode ser usado para assistir televisão ou para tentar alavancar as finanças de forma temporária para garantir um ano mais tranquilo para o bolso, a decisão é sua. A consequência dela também.

A Grão ao seu lado para garantir mais oportunidades para você

Lembre-se que estamos juntos com você! A Grão vai ajuda-lo durante o próximo ano a construir as pontes que te levarão para realizações dos seus sonhos.

Aqui você encontra o melhor conteúdo de educação financeira e um aplicativo que vai tornar a prática de guardar dinheiro mais fácil.

Nós acreditamos que você sempre poderá fazer mais! Bora juntos?

Comentários:

Vídeos

Nosso Porquinho Digital está em Casa Protegendo seu Patrimônio, e Você?

Nosso Porquinho Digital está em Casa Protegendo seu Patrimônio, e Você?

Porque o Coronavírus Não Afeta o Seu Porquinho Digital

Porque o Coronavírus Não Afeta o Seu Porquinho Digital

Comece a poupar com a Grão

Desafio 7 dias - Quero participar!
Conquiste seus objetivos - Começar
Desafio 21 dias - Quero participar!